Flamengo quebra recorde e ultrapassa marca de 150 mil sócios-torcedores

Compartilhe esta notícia

A fase dentro de campo é ótima: líder com sete vitórias seguidas no Brasileirão, primeira semifinal da Libertadores em 35 anos, status de time a ser batido no país. E quando tudo vai bem entre as quatro linhas, fora delas a tendência é a mesma. Com o grande momento vivido pelo Flamengo, a Maior Torcida do Mundo aumentou consideravelmente os números do Nação Rubro-Negra, o programa de sócio-torcedor do Mais Querido. Nesta terça-feira (24), o Fla bateu, pela primeira vez na história, a marca de 150 mil associados ativos.

O Fla iniciou o ano com cerca de 90 mil sócios-torcedores. Com os resultados positivos, o número foi crescendo ao longo da temporada. Com a classificação para as semifinais da Libertadores, a quantidade de associados explodiu: menos de um mês depois da vitória sobre o Internacional, em Porto Alegre, o Mais Querido atingiu sua maior marca da história. Mais de 30 mil pessoas fizeram a adesão após aquela partida.

FOTO: CHICO FREIRE/FLAMENGO

Há cerca de duas semanas, o jornalista Rodrigo Mattos publicou texto em seu blog com alguns números do programa. Na época, o clube tinha 125.800 STs e a renda do Nação foi estimada em cerca de R$ 6 milhões por mês. Usando o mesmo valor por associado do cálculo de Mattos (R$ 50) e descontando os cerca de 10% de custos de operação, é possível estimar que o Fla arrecade, hoje, quase 1 milhão a mais. Vale notar que o número de sócios-torcedores varia durante a temporada e não basta multiplicar por 12 para se chegar a quanto o clube lucra por ano.

Por: Coluna do Fla

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here