CBF cumpre promessa pela metade, e presidente da FIFA se espanta com calendário do Brasileirão 2020

Compartilhe esta notícia

A CBF divulgou aos quatro ventos que uma das maiores polêmicas do calendário nacional seria resolvida em 2020. A entidade afirmou, através de dirigentes, que, a partir do próximo ano, o Campeonato Brasileiro teria pausas durante das datas FIFA – quando as seleções nacionais jogam, desfalcando os times dos jogadores convocados.

Nesta sexta-feira (4), porém, veio a verdade: a Confederação cumpriu a promessa, mas pela metade. O Brasileirão vai, de fato, parar durante as datas FIFA, mas há rodadas marcadas para apenas um dia depois de jogos das Eliminatórias e não há brecha para a Copa América – ou seja, os clubes continuarão sendo desfalcados.

O fato chocou o presidente da FIFA. Gianni Infantino foi interpelado pelo repórter brasileiro Jamil Chade, da ESPN e do portal UOL nesta sexta-feira. O mandatário da entidade máxima do futebol mundial reagiu com surpresa ao ouvir o fato. Chade contou o diálogo em seu blog:

Sério?” perguntou Infantino. “Não?! No meio da competição?“, completou.

O italiano lamentou a decisão.

É uma pena. Trata-se do campeonato nacional mais importante da América do Sul“, disse.

O Flamengo sofreu com convocações ao longo de 2019. Com um elenco estrelado, chegou a ter jogadores chamados para quatro seleções sul-americanas: Brasil, Colômbia, Paraguai e Uruguai. Assim, ficou sem alguns dos seus melhores jogadores em partidas-chave do Brasileirão – é o caso de Arrascaeta, Gabigol e Rodrigo Caio, todos chamados para amistosos na data FIFA de outubro.

Por: Coluna do Fla

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here