01
  • Início
  • Coluna
  • Derrota diante do Grêmio abre série de perguntas no Flamengo de Renato Gaúcho

Derrota diante do Grêmio abre série de perguntas no Flamengo de Renato Gaúcho

Ninguém quer fazer “drama” com o resultado de ontem ou quer colocar tudo em cheque. O trabalho de Renato Gaúcho até aqui é bom, e isso é inquestionável. Porém, ao mesmo tempo que o trabalho é bom, qualquer comparação ao trabalho de Jesus soa um tanto quanto maluco, até porque para tal comparação, o time de Renato precisa primeiro ganhar títulos.

Na noite de ontem o torcedor acostumado a ver grandes jogos, viu um Flamengo apático, sem criatividade e vazio no meio de campo. Meio de campo esse que Renato Gaúcho parece ter feito questão de esvaziar durante a partida, de forma injustificável.

Mas vamos começar pela defesa. Hoje alguém ainda tem dúvidas de que Matheuzinho merece a condição de titular no lugar do Isla? O jovem jogador está pedindo passagem e já tem tempo. Os bons resultados em campo acabam aliviando as críticas e questionamentos por manter os medalhões, mas em algum momento o mal desempenho destes irá impactar no resultado final, e aí sim, as críticas irão chegar.

Mas a escolha de Renato Gaúcho por jogadores de mais renome não para apenas na lateral direita. Na esquerda algo parecido aconteceu. Diante de um Grêmio muito defensivo, o Flamengo se viu a partida toda com Renê, um lateral que pouco apoia, tendo Ramon no banco. Outra escolha que não se justifica e que daria mais qualidade e intensidade ao time.

No meio de campo, Andreas Pereira, mesmo tendo passado para o treinador sua posição como segundo volante, pode ser testado como meia armador, aliás, o jogador parece muito mais confiante como meia do que como volante. Não à toa, essa era sua posição na Europa. O meio de campo no intervalo de ontem parecia simples de ajustar, com ER, Andreas Pereira, Arão e Thiago Maia. Mas Renato escolheu por manter a base do primeiro tempo. E quando mudou, tirou ER para empilhar quatro atacantes.

Renato foi mal ontem , e precisa começar a entender que o Flamengo não é o Grêmio. Por aqui, as cobranças serão maiores por todas as competições, e os questionamentos por escolhas em campo também.

Leia também: Técnico do FlaBasquete, Gustavo De Conti assume a Seleção Brasileira masculina


© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod