Publicidade

Dupla de zaga prova mais uma vez deficiência no Flamengo

Publicidade

O Flamengo entrou em campo ontem diante do Unión La Calera com a chance de se classificar antecipadamente na Libertadores. Com três vitórias o Flamengo precisava de apenas mais uma para somar doze pontos e não ser mais ultrapassado por ninguém no grupo.

Porém a dupla de zaga não deixou.

É…pode parecer um pouco simplista, o Flamengo não fez das suas melhores atuações no meio de campo e ataque também. Mas não é de se esperar que todos os jogadores ofensivos do Flamengo estejam inspirados em todos os jogos. É mais do que normal que eles em determinados jogos estejam menos efetivos. E ontem foi a noite disso acontecer, mas é bom dizer que mesmo assim dois gols foram marcados.

A zaga do Flamengo é um problema. Bruno Viana que até tinha feito jogos mais seguros recentemente, ontem foi desastroso. Conseguiu falhar por três vezes seguidas na mesma jogada. Demonstrou inclusive irresponsabilidade em querer sair com “classe” em um lance que exigia simplesmente um chutão. O preço se pagou no gol sofrido e em sua confiança abalada. Fato fácil de ser constatado em vários momentos do jogo, onde Bruno também errou.

Seu companheiro de zaga Arão, apesar de mais técnico e firme, ainda vive o processe de adaptação. O jogador sempre foi volante, então por vezes entra em divididas ou tenta antecipar jogadas que zagueiros não precisam fazer, e acaba abrindo espaços.

O gol contra nem pode ser atribuído apenas a zaga ou a Arão, Bruno Henrique estava na bola e abaixou a cabeça, surpreendendo Arão, porém o mesmo não teve reflexo para tirar o pé e evitar o gol contra.

Assim como a zaga, meio de campo e ataque não foi bem

Publicidade

Com dois a zero no placar, o Flamengo evidenciou ainda mais as atuações ruins de Arrascaeta e Bruno Henrique. Os dois jogadores simplesmente erraram tudo que tentaram. Arrascaeta tem crédito, e como dito, é impossível ir bem em todos os jogos. Já Bruno Henrique, assim como Everton Ribeiro, precisam demonstrar mais futebol.

Gabigol foi o mais presente no campo de ataque, assim como Pedro depois que entrou. No meio João Gomes e Diego fizeram partidas regulares, mas não conseguiram somar muito no ataque.

Com a zaga tão mal e sem opções seguras, fica clara a necessidade de ir ao mercado em meio a uma temporada de corte de gastos.

Leia também: Marcos Braz Nega Negociação Por Jogador Do Internacional

Veja também: Flamengo empata com o Unión La Calera por 2 a 2 no Chile

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod