Publicidade

Gerson jogará último jogo com a blusa do Flamengo, nesta quarta-feira (23)

Publicidade

Gerson, vendido ao Olympique de Marselha, terá seu último jogo defendendo o Flamengo, nesta quarta-feira (23), confronto que será contra o Fortaleza, no Maracanã. Dessa forma, será a “última dança” do atleta com a camisa carioca. Mesmo sendo um momento mágico para ele, é também de grande desafio para Rogério Ceni e diretoria, que precisam achar um jogador a sua altura. Contudo, isso fica nas mãos de Ceni, que terá que analisar cada peça e escolher qual será melhor para fazer parte deste elenco.

A venda de Gerson, rendeu um valor que pode chegar até 30 milhões de euros, se o atleta conseguir bater as metas de seu novo time. Sendo muito rápido a mudança, Ceni terá que quebrar muito a cabeça para encontrar seu substituto Vem agora mais uma desconfiança, quando o clube rubro-negro perdeu para o Bragantino, e Ceni não tem nenhuma boa resposta para os torcedores. Primeira, ele admite que não existe no elenco alguém com as mesmas características de Gerson, com isso terá que treinar o mais semelhante.

Venda de Gerson pode garantir cumprimento de meta do Flamengo
Foto: Flamengo

“É difícil. Para substituí-lo dentro das características nós não temos. Poucos têm essa característica de jogar de costas, pisar na bola, se virar contra um e dois adversários e construir jogo, ter a saúde e a parte física que ele tem, principalmente na construção do jogo. Mas temos algumas alternativas”, pontua Ceni.

“Temos o João [Gomes], que todos conhecem, o Hugo [Moura], o Arão para voltar, temos o Thiago Maia… Vamos ter que testar algumas alternativas. No momento, com jogo de três em três dias não dá tempo de testar, a não ser o time que vai iniciar a partida. Então, com o tempo vamos tentar descobrir. Jogar da mesma maneira que ele joga é impossível, mas vamos tentar uma alternativa que nos dê condição de seguir o trabalho”, conclui o treinador.

Do medo ao sucesso

Publicidade

Gerson, chegou ao Flamengo sem muito prestigio, e sem muita média, foi revelado pela base do rival Fluminense, o jogador, um meia ofensivo, tinha fama de relaxado. Contudo, sua passagem pelo o Roma, mudou seu jeito, deixando-lhe um novo atleta.

Percebe isso, pois quando ele assumiu a camisa 8, foi logo reconhecido pela sua excelente forma física, além da qualidade técnica. Com isso, s duvidas e medo sobre o mesmo, passaram logo, e com isso, o mesmo se soltou mais no clube e ganhou a graça de todos.

Gerson, conquistou pelo Flamengo um total de oito títulos em pouco mais de dois anos: Libertadores, 2019, Brasileiro, 2019 e 2020, Supercopa do Brasil, 2020 e 2021, Recopa Sul-Americana, 2020 e Carioca, 2020 e 2021.

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod