O jornalista Mauro César Pereira comentou sobre as últimas atuações do Flamengo em seu podcast. Mais especificamente para o comentarista, a atuação de alguns medalhões surpreende pela falta de intensidade e qualidade, e por isso, Rogério deveria repensar o time. Enquanto o jornalista defende essa ideia, a torcida parece partida para a mesma direção, afinal, nas redes sociais, se pede o fim de uma espécie de “panelinha” criada por Ceni. De fato, Ceni tem dado, sobretudo, aos cascudos do elenco de 2019, maior prioridade. Mesmo que para isso, eventualmente, tenha colocado jogadores em fase ruim. O maior exemplo dessa priorização é Pedro, ainda reserva. E Mauro César comentou sobre isso:

“Me parece que sim, é o momento de alguns titulares perderem espaço no time. Cabe ao técnico avaliar criteriosamente e contar com o respaldo da diretoria. Caso isso não aconteça, pode se repetir no Flamengo o que Ceni enfrentou no Cruzeiro, em que tentou fazer mudanças necessárias, não teve respaldo e acabou saindo”, compara Mauro Cezar, que no entanto avalia que, no Rubro-Negro”, que ainda completou:

“Ceni precisa ser um pouco mais crítico em relação ao seu próprio trabalho e também ao de seus atletas. Muitos erros individuais aconteceram [contra o Fluminense], não só de Filipe Luís no segundo gol sofrido, mas também de Arão, Nathan, até Gabigol, que perdeu um gol logo no primeiro minuto. É o momento de uma mexida um pouco mais pesada no time”

Everton Ribeiro e Filipe Luís muito questionados

A torcida tem usado as redes sociais para questionar o futebol recente de Everton Ribeiro e Filipe Luís. Segundo a torcida, ambos tem estado muito abaixo da média do time. Filipe em especial é criticado pela falta de intensidade e chegada no ataque, característica também criticada em seu reserva Renê. Assim, Ramon é citado pelo torcedor como opção, porém ainda não experimentada por Ceni.

Diante de tantas críticas, no domingo o Flamengo terá a chance de começar a responde bem. Não existe outra possibilidade que não seja a vitória diante do Ceará. Acreditando inclusive em novos tropeços do São Paulo. Afinal, o time de Diniz sempre foi bastante instável.

Leia também: Diego Alves não treina e segue sendo dúvida

Veja também: Sesc RJ Flamengo encara o Fluminense para fechar primeiro turno da Superliga feminina de vôlei no G4