Publicidade

Provável escalação de Natan indica mudança de pensamento em Ceni

Publicidade

Na tarde deste sábado uma provável escalação foi indicada para o Flamengo. E nela, pela primeira vez depois de um mês de trabalho, Rogério Ceni irá repetir o time da última partida. Enfim Rogério conseguiria tal feito, importante para o elenco. Mas ela também poderia indicar uma mudança de pensamento em relação a dupla de zaga. Afinal, mesmo diante das críticas, Rogério apostou em Gustavo Henrique. O jogador sempre esteve nos planos do treinador, e como titular. De tal forma que durante entrevista coletiva mencionou Natan e disse que o mesmo ainda era muito jovem para assumir a equipe. Porém, sua manutenção no time indica outro cenário.

Natan foi bem diante do Santos. Tanto quanto Rodrigo Caio, mostrou desenvoltura e confiança na zaga. Fato que talvez tenha surpreendido Rogério, que em princípio não parecia ter Natan como primeira opção. Assim, diante do Bahia no domingo, o Flamengo poderá ter uma dupla que para o torcedor é a ideal. E levando em consideração o adversário, que deverá apostar em contra ataques, a escolha por um zagueiro mais rápido faz ainda mais sentido.

Mercado poderá significar mudanças

É inegável que Gustavo Henrique e Léo Pereira deram errado. Em especial Léo Pereira, que para a comissão apresenta um perfil passivo demais, a cada dia parece mais plausível incluir ao menos um deles na lista de negociáveis na próxima janela. Porém para isso o Flamengo precisaria de um plano de contratação, rápida, para substituir no elenco tal mudança.

Enquanto contratar seria necessário, o departamento de futebol teria que ter criatividade. Afinal, o orçamento de 2021 não prevê maiores investimentos. Ainda cheio de parcelas de compras anteriores, o ano de 2021 seria de manter a base, e fazer trocas pontuais. Mas para isso, vendas serão necessárias, e por bons valores.

A diretoria estima R$164 milhões em vendas de jogadores. Mas esse valor seria apenas para cumprir a meta orçamentária. Caso queira ainda levantar valores para compras, o Flamengo teria que conseguir valores maiores que os do orçamento. Algo no mínimo, bastante complicado.

Ao menos a diretoria conseguiu firmar importantes renovações de contrato, como a de Diego Alves. Resta para o departamento de futebol a busca por jogadores por empréstimo ou livres de contrato. Recentemente, o rubro negro conseguiu grandes nomes seguindo esses moldes. Diego Alves, Filipe Luís, Rafinha, Diego, Isla e Gustavo Henrique são alguns exemplos.

Leia também: Com ajuda da tecnologia, índices físicos melhoram no Flamengo

Veja também: Diego Alves renova contrato com o Flamengo até o fim de 2021

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod