VAMOS RIR: Abel demonstra muito chororô após eliminação do Palmeiras na Libertadores

0

VEJA TAMBÉM: ELIMINADO: Palmeiras empata e dá adeus a Libertadores; veja os memes

Na noite desta terça-feira, o Palmeiras mediu forças diante do Athletico-PR, em jogo válido pelo duelo de volta das semifinais da Copa Libertadores da América. O time paulista buscava chegar a sua terceira final de Libertadores seguida, porém, acabou empatando por 2 a 2 e deu adeus a competição. Um dos pontos tocados na coletiva de imprensa pelo técnico Abel Ferreira foi a arbitragem.

Como já era esperado, o técnico Abel Ferreira não admitiu que o seu time não vem jogando bem, preferindo jogar toda a culpa na eliminação nas costas da arbitragem. Além de ter um jogador expulso, o treinador se revoltou com um suposto pênalti de Fernandinho.

O sentimento é de revolta. Revolta. É isso que sentimos. Revolta. Queria ter saído da competição de maneira limpa. Não merecíamos sair assim. Meus jogadores cumpriram o que tinham que cumprir. Só que houve um fator extra que não controlamos e hoje foi muito mal. Teve interferência direta no resultado. Acredito que são erros. Somos humanos e cometemos erros, mas esses custam muito. É duro sair da forma como foi. O árbitro teve um dia ruim, tenho que acreditar nisso, mas são erros muito graves. Não merecíamos”, declarou o treinador do Palmeiras.

O treinador do Palmeiras continuou jogando a culpa na arbitragem pela eliminação na Libertadores da América. O técnico destaca que é duro deixar a Libertadores da forma que foi.

É um golpe que vai testar nossa força mental e nossa resiliência pela forma que foi. Se fosse de outra forma… É duro sair assim. Já saímos da Copa do Brasil da forma que foi e agora deve ser igual. Temos que seguir nosso caminho e não há outra forma. Mais uma vez, parabenizo nosso adversário que não tem culpa nenhuma. Meus jogadores mereciam mais respeito, esse tipo de interferência é brincar com nosso trabalho. Não vou dizer o que estou a pensa.

Abel Ferreira

Como já era de se esperar, a torcida do Flamengo não perdeu a oportunidade provocar o chororô do técnico do Palmeiras.