Opinião: Espaço no meio de campo pode prejudicar time no futuro

Opinião: Espaço no meio de campo pode prejudicar time no futuro

Não é a primeira vez que o Flamengo demonstra problemas defensivos que vão além do desempenho técnico de um determinado jogador. Ontem o rubro negro mostrou diante de um adversário que aproveita espaços, que ainda sofre e dá muito destes espaços, principalmente entre a linha de quatro jogadores da defesa e a do meio de […]

#flahoje #flamengo #mengo #mengão #sempreflamengo #flamengoatemorrer #issoaquiéflamengo #vaipracimadelesmengo #vamosflamengo #issoaquieflamengo #acimadetudorubronegro #rubronegro #umavezflamengo #flamenguista #maiordomundo #crf #srn #fla #raça

Não é a primeira vez que o Flamengo demonstra problemas defensivos que vão além do desempenho técnico de um determinado jogador. Ontem o rubro negro mostrou diante de um adversário que aproveita espaços, que ainda sofre e dá muito destes espaços, principalmente entre a linha de quatro jogadores da defesa e a do meio de campo.

Não é novidade, o Flamengo já demonstrou esse problema em algumas partidas com Renato Gaúcho, e com Rogério Ceni. E também não é a primeira vez que falamos sobre isso aqui no blog.

Hoje o rubro negro consegue vencer na força técnica de um time muito qualificado, além de extremamente competitivo. Geralmente é apenas nos momentos que a equipe consegue controlar o jogo e manter a posse de bola que as coisas se acalmam, foi justamente o que aconteceu ontem no Maracanã. Nos momentos que o Barcelona conseguia trocar passes, espaços se abriam facilmente, porém nos momentos que o Flamengo dominou na posse de bola, não permitia que o mesmo Barcelona chegasse, muito pela marcação pressão antes mesmo de passar do meio de campo, essa sim funciona.

O problema não está diretamente relacionado a Diego ou Andreas Pereira na função de segundo volante, apesar dos dois terem uma característica mais ofensiva. O problema na verdade é de posicionamento e movimentação, falta compactação nas linhas, é isso que gera os espaços e provavelmente com a entrada de Thiago Maia, por exemplo, as coisas não se resolveriam, apesar do Thiago ser consideravelmente mais marcador.

Renato terá pela frente adversários que estão assistindo de camarote as atuações, bem como também estão analisando as falhas do time. É justamente por isso que acertos precisam ser feitos. O rubro negro ainda disputa Copa do Brasil, Brasileirão e a própria Libertadores.

O potencial é enorme, mas ajustes se mostram necessários há algum tempo, ainda sem solução.

Veja também: Com dois de Bruno Henrique, Flamengo derrota o Barcelona (EQU) e abre vantagem na semi da Liberta

  • Autor: Aloizio Pita de Castro Jr ,
  • 23/09/2021 ,
  • Atualizado: 23/09/2021

Flahoje.com surgiu como uma alternativa para os flamenguistas curtirem as notícias do seu time imparcialmente.

© 2022 Flahoje. Todos os direitos reservados.