segunda-feira, setembro 28, 2020
Início Notícias 5 lições que a derrota para o Grêmio trouxe.

5 lições que a derrota para o Grêmio trouxe.

PRIMEIRO
PENTA – O Flamengo perdeu mais uma partida no Brasileirão. Continuamos sendo o
time que mais perde no campeonato, com saldo negativo e estagnado na tabela.
Continuamos sendo um time sem nenhuma identidade com o Flamengo e que virou
presa fácil para os adversários, mesmo sendo terceiro colocado na tabela.
Embora
eu entenda que uma derrota para o terceiro colocado da tabela e dentro da casa
deles não é um completo desastre, a forma como o time vem se apresentando é um
desastre. Ontem achei que houve uma melhora no desempenho, mesmo que essa
melhora não tenha levado perigo ao Grêmio. E isso é MUITA coisa.
Do
jogo de ontem, para se planejar um 2016 decente o Flamengo tem que levar cinco
lições que ficaram nítidas em mais uma derrota no campeonato:
1) Um novo goleiro
Depois
dos dois gols que o Paulo Victor tomou ontem, se adiantando na definição de
jogadas igualzinho como foi no gol do Corinthians, ficou claro que um bom time
começa por um bom goleiro e o Paulo Victor não consegue manter o equilíbrio e
regularidade que um bom goleiro precisa.
2) Psicólogo para esses jogadores
Flamengo
paga, Flamengo manda. Não é possível que esses jogadores não consigam manter a
calma num jogo para ir atrás de um placar. O desespero do Cesar Martins, o
desequilíbrio do Guerrero e a falta de tesão de alguns ali tem que ser combatido.  E não serão combatidos por consultor de
empresas e cantores torcedores indo à hotel numa sexta-feira à noite.
3) Cabeça de área VOLANTÃO!
O
Flamengo precisa de um “5”.  A
vida do Flamengo tem sido dificultada pela falta desse jogador. Vamos combinar
que nem Márcio Araújo nem Canteros tem essa função. E o Jonas, que poderia
fazê-la não consegue terminar um tempo sem cartão amarelo.
4) Um novo técnico
Oswaldo
demorou demais para mudar a forma do Flamengo jogar. Vem numa péssima sequência
e continua agindo como se não estivesse acontecendo nada. O Flamengo precisa
para 2016 de um técnico que vibre na mesma intensidade que a torcida.
5) Jogador para dar bola para o Guerrero
Guerrero
foi irresponsável pela expulsão. Foi juvenil. Não pode reclamar, não reclama.
Não concordo com essa medida da CBF, mas é assim desde o início do
campeonato.  Ele não vem jogando nada e
boa parte disso é culpa dos outros. Não dá para ele jogar sozinho e o Guerrero
não tem um jogador que mande a bola para ele em condições decentes. O Flamengo
paga caro ao Guerrero mas uma andorinha só não faz verão.
Poderia
falar da falta de outros jogadores, em outras posições. O Flamengo precisa se
reforçar para voltar a colocar medo nos adversários e acabar com a passividade
de um time dentro de campo. Porém, no jogo de ontem, essas cinco lições
deveriam ser levadas em conta para o planejamento de um novo ano.
O
nosso próximo jogo é contra o Goiás, dentro de casa. É jogo para acabar com
essa sequência negativa de derrotas. Vamos ver como o time do Flamengo se
comportará.
Saudações!
Dani Souto

MAIS LIDOS

Dome se diz “extremamente orgulhoso” da atuação do Fla após empate

Ausente no empate em 1 a 1 diante do Palmeiras, na tarde deste domingo (27), Domènec Torrent, afastado por estar infectado pelo novo coronavírus,...

Torcida do Palmeiras pede a cabeça de Luxa após empate; veja os comentários

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, diante do Palmeiras, no Allianz Parque. O Rubro-negro viu o time paulista abrir o placar, entretanto,...

Jordi Guerrero rasga elogios a Base do Fla: “Estavam preparados para jogar”

Jordi Guerrero, substituto de Domènec Torrent na tarde deste domingo diante do Palmeiras, onde a equipe saiu de campo com um empate em 1...

Lincoln cutuca o Palmeiras após grande atuação

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, em jogo contra o Palmeiras. O confronto pelo Campeonato Brasileiro por pouco não saiu do...