quinta-feira, setembro 24, 2020
Início Notícias Adílio sobre jogadores afastados: "Escolheram o dia errado."

Adílio sobre jogadores afastados: “Escolheram o dia errado.”

GLOBO
ESPORTE – Ídolo do Flamengo, Adílio está em Maceió desde a semana passada para
acompanhar uma peneira do clube. Garimpa novos talentos e também ajuda o Fla a
se aproximar de torcedores que moram fora do Rio. Sexta, durante tarde de
autógrafos no Colégio Marista, ele também não fugiu de perguntas polêmicas. O
ex-jogador comentou o caso em que cinco atletas do Rubro-Negro foram afastados
por participarem de uma festa.


Eles escolheram o dia errado. Acho que pra você comemorar dessa forma só depois
que está lá e alcançou seu objetivo. Mas no meio de uma competição, isso não é
bom, não – destacou.
O
episódio foi marcado pelo vazamento de fotos em que jogadores do Flamengo
aparecem numa festinha na semana da derrota para o Corinthians. Insatisfeita
com os resultados recentes e cobrando comprometimento do grupo, a diretoria
afastou Marcelo Cirino, Everton, Alan Patrick, Pará e Paulinho por tempo
indeterminado.
Adílio
não quis se estender sobre o assunto. Estava empolgado com o assédio de
pequenos alagoanos que torcem pelo Fla. Atendeu a todos com muita simpatia.
– Já
estive aqui em Maceió algumas vezes, mas em um evento como esse é a primeira
vez. É bom dar essa oportunidade às crianças, a gente sabe que o Flamengo abre
essas portas pra todos. E entendemos que muitas crianças podem estar vestindo a
camisa do Rubro-Negro, da Seleção. Então é um dia especial. Olhar essa
garotada. Bater um papo para eles entenderem que o esporte e importante na vida
deles – declara.
Adílio
disse ainda que o intuito é levar alguns jovens promissores para o Flamengo e
avaliá-los no Rio com mais cuidado. Também destacou a importância de os
adolescentes não deixarem os estudos de lado.
– É
craque na bola e craque na escola. Isso coube até na minha época: nunca
deixamos de estudar e essa parte social é muito interessante. O esporte cresceu
bastante. Na minha época era diferente, já existia o preconceito do garotinho
que jogava futebol. Hoje a realidade é outra, pois esporte é saúde,
desenvolvimento, socialização, é a ligação com vários componentes. E sempre
vamos buscar jogadores em diversas regiões do Brasil.
O
ídolo rubro-negro também não escondeu a vontade de reencontrar um velho
companheiro em Alagoas. Adílio disse que espera ter a oportunidade de abraçar
Peu nesta passagem por Maceió. Juntos, eles conquistaram a Taça Libertadores da
América e o Mundial de Clubes em 1981 com a camisa do Flamengo.

Quero vê-lo sim. Meu amigo. Espero que nesses dias. Vamos ver.

MAIS LIDOS

Zagueiro que atua na Itália diz que dará preferencia ao Fla quando voltar ao Brasil

Apesar de esta passando por um momento de instabilidade sob o comando de Domènec Torrent, o Flamengo tem conquistado cada vez mais visibilidade nos...

Sormani critica Palmeiras por querer manter partida: “Um absurdo”

O comentarista Fábio Sormani, do Fox Sports Rádio, teceu críticas aos dirigentes alviverdes na tarde desta quarta-feira após a nota oficial divulgada na noite...

Domenec e mais 7 testam positivo para Covid-19

A vida do Flamengo não está fácil. Após ter 7 jogadores confirmados com covid-19 até a noite de ontem, hoje mais 9 testes apresentaram...

Jesus revela o motivo de ter deixado o Flamengo e se emociona

O técnico Jorge Jesus deixou o Flamengo logo após a conquista do Campeonato Carioca. Como o treinador tinha acabado de renovar o seu contrato,...