segunda-feira, setembro 21, 2020
Início Notícias Agora vai? Dourado tenta quebrar sina de artilheiros do Brasileirão no Flamengo.

Agora vai? Dourado tenta quebrar sina de artilheiros do Brasileirão no Flamengo.

Da artilharia do Brasileirão direto para a Gávea. A trajetória de Henrique Dourado não é novidade para o Flamengo. Na década passada, o Rubro-Negro repetiu a estratégia na busca por gols. Goleadores máximos do campeonato nacional, Dimba, Souza e Josiel monopolizaram holofotes, chegaram badalados, mas não repetiram a performance. Cabe ao Ceifador mudar o rumo dessa história.

Autor de 18 gols no último Brasileirão, Dourado dividiu o posto com Jô, mas foi além: terminou a temporada como maior goleador do país somando todas as competições, com 32. Se vale de comparação positiva, o posto é o mesmo que alçou Hernane a ídolo pelo desempenho em 2013. Comparações à parte, só o rendimento do Ceifador em campo dirá como será lembrado no futuro.
Dimba 2004
 A primeira e mais conturbada da série de contratações de artilheiros do Brasileirão. Chegou em 2004, após marcar 31 gols na edição anterior da maior competição do país, e logo se viu em meio a uma polêmica: enquanto os jogadores tinham salários atrasado, foi comprado ao Al Ittihad por um alto investimento.
Em campo, não disse a que veio: 37 partidas e apenas 13 gols. Rendimento que só não foi pior do que o de Dill, também artilheiro do Brasileirão, em 2000, que entrou em campo nove vezes, não fez gol e ainda foi vilão da eliminação na Sul-Americana, para o Santos, nos pênaltis.
Souza 2007
O Caveirão pode ser considerado o caso de maior sucesso entre as tentativas. Se não chegou a ser ídolo, ficou marcado por boas atuações e se tornou importante nos títulos estaduais de 2007 e 2008, além da arrancada que levou à Libertadores em 2007. Vindo do Goiás após marcar 17 vezes no Brasileirão de 2006, ficou duas temporadas na Gávea, com 74 jogos e 24 gols.
Josiel 2008
Foi quase tão mal quanto Dimba. A seu favor, tem a participação na campanha do hexacampeonato brasileiro, em 2009, com dois gols na vitória por 2 a 1 sobre o Santo André, ainda no início da competição. Foi a melhor participação em um ano e meio de clube. Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2007 pelo Paraná, com 20 gols, disputou 30 partidas e marcou 13 vezes.
Por GE

MAIS LIDOS

Domenec agradece: Conheça os jovens jogadores chamados ao Equador

Domenec terá quatro jogadores pouco conhecidas por ele (e até nós) para a partida desta terça-feira pela Libertadores. Natan, João Lucas, Guilherme Bala e...

Torcedores pedem para adiar o jogo do Flamengo

O Flamengo confirmou nesta segunda-feira o sétimo contaminado pelo Novo Coronavírus. Com tantos desfalques e risco iminente de um surto dentro do Rubro-negro, com...

O futebol não foge do mundo exterior

Desde que o Flamengo anunciou seus infectados, torcedores tem buscado nas redes sociais "explicações" para isso ter acontecido, como se o futebol fosse aquém...

Onde assistir Barcelona x Flamengo ao vivo

O Flamengo não está vivendo dias fáceis. Enquanto no Brasileirão vem de uma dura derrota para o Ceará, na Libertadores o Rubro-negro passou uma...