Análise: Demonstrações Financeiras do Flamengo.

Por: Fla hoje

Balanço
da Bola – Foram publicadas hoje as Demonstrações Financeiras do Flamengo, que
eram aguardadas por boa parte daqueles que acompanham a evolução financeira do
clube, para constatar se as promessas de austeridade e crescimento vêm
realmente sendo cumpridas. Para ter essa resposta, dividimos a análise em
capítulos: Receita, Resultado e Endividamento.
EVOLUÇÃO DA RECEITA
O
clube continua no seu patamar de crescimento de receita, observados nos últimos
anos. A Receita Bruta, conforme demonstrado no gráfico abaixo, apresentou um
crescimento superior a 27% (29% na Receita Operacional Líquida), em um ano onde
a maioria dos clubes experimentou uma redução.

A
tabela abaixo demonstra as variações das principais rubricas, tanto em relação
a 2013 como 2012:
Como
aspectos positivos podemos destacar:

crescimento de R$ 26,6 milhões (50%) na rubrica de Patrocínio, favorecida por
ter um “ano completo” de patrocínios na camisa, fato que não ocorreu nem em
2013 e nem 2012, além da receita de patrocínio nas mangas, que se iniciou em
2014;
– “ano
completo” de faturamento do programa de sócio-torcedor, que gerou sozinho uma
receita superior a R$ 30 milhões bruta (R$ 21,9 milhões líquido). Se analisada
a soma com a rubrica “Bilheteria”, analise completa que elimina a possível
“canibalização” da Bilheteria pelo programa de Sócio-Torcedor, observa-se um
crescimento de 7,7%.
Como
aspecto negativo, destacamos a redução na rubrica “Bilheteria”, em razão do
clube ter chegado a final da Copa do Brasil e ter realizado jogos lucrativos em
Brasília em 2013, fato que não se repetiu em 2014.
O
aumento registrado nas receitas no ano de 2014 não foram observados nas
despesas, que obtiveram uma redução de 1,1% (R$ 232 milhões em 2013 para R$ 230
milhões em 2014), razão que levou aos bons resultados obtidos no ano.

Pelo
gráfico acima, pode-se observar a distribuição da receita bruta no ano de 2014.
Vale notar que a dependência das cotas de TV vem se reduzindo a cada ano (já
chegou a representar mais de 60% da receita total do clube) e aos poucos vem
sendo alcançada a meta inicial de distribuição: 1/3 cota de TV, 1/3 Bilheteria
+ ST e 1/3 Patrocínio.
Em
relação ao orçamento para o ano, a Receita Bruta foi 14,6% e a Líquida 14,8%
superior ao previsto, R$ 303 e R$ 291 milhões, respectivamente.
RESULTADOS OBTIDOS
O
crescimento das receitas aliado a redução das despesas no ano de 2014
contribuíram para o resultado operacional superavitário em R$ 104,6 milhões,
crescimento de 288,7% em relação a 2013.

O
Centro de Custos que mais contribuiu para esse Resultado Operacional foi o
Futebol, com resultado de R$ 111,4 milhões (R$ 39,5 milhões em 2013). A boa
notícia é que os Esportes Olímpicos alcançaram a tão sonhada auto
sustentabilidade, apresentando um Resultado superavitário de R$ 3,3 milhões,
isto é, o Futebol não mais sustenta as demais atividades esportivas. A má
notícia são os demais Centros de Custos, especialmente a sede social
(Fla-Gávea), que apresentaram um déficit de R$ 10,1 milhões.
Pela
primeira vez em muitos anos, conforme pode se observar no gráfico abaixo, o
Resultado Operacional foi suficiente para cobrir as Despesas Financeiras, juros
da dívida em sua maioria, e ainda assim apresentar um lucro que possivelmente
seja o maior da história do futebol brasileiro, R$ 64,3 milhões.

Em
relação ao orçamento para o ano, o Resultado Operacional foi 9,1% e o Resultado
do Exercício 25,5% superiores ao previsto, R$ 95,9 e R$ 51,2 milhões,
respectivamente.
ENDIVIDAMENTO
O
Flamengo continuou em 2014 a sua estratégia de redução de endividamento,
conforme demonstra o gráfico abaixo:
Obs:
Endividamento = Passivo Total – Ativo Circulante – Ativo Não Circulante (sem
considerar investimentos, imobilizado e intangível)
Como
parte do Passivo do Flamengo se refere a luvas recebidas antecipadamente
(rubrica Adiantamento de Contratos), contabilizadas no Passivo apenas para uma
correta apropriação por vigência, calcula-se também o Endividamento Líquido
(gráfico abaixo) desconsiderando essas contas.
Obs: Endividamento Líquido = Passivo Total
(sem considerar Receitas Diferidas) – Ativo Circulante – Ativo Não Circulante
(sem considerar investimentos, imobilizado e intangível)
Ainda
que, tanto o endividamento total quanto o líquido tenham sofrido um decréscimo,
o endividamento de curto prazo apresentou uma leve piora, conforme o gráfico
abaixo:
Obs: Endividamento de Curto Prazo =
Passivo Circulante (sem considerar Receitas Diferidas) – Ativo Circulante
O
gráfico abaixo, que relativiza o endividamento pelo faturamento do clube
(quantos anos de faturamento para pagar todo o endividamento), demonstra que o
índice vem sendo reduzido a patamares mais próximos do histórico dos demais
clubes melhores administrados:
CONCLUSÃO
Apesar
de não ter obtidos resultados expressivos dentro das quatro linhas, o Flamengo
segue firme no propósito de aumento de receita e redução do endividamento para
que, em breve, consiga usufruir de todo o seu potencial de geração de receitas
em investimentos na melhoria técnica e, aí sim, obter vantagem esportiva.
Apesar
de ainda não ter sido divulgada nenhuma das Demonstrações Financeiras dos
demais clubes grandes, pode-se afirmar tranquilamente pelas notícias veiculadas
durante o ano, que o Flamengo vem na contramão da maioria desses clubes.

Benny
Kessel

MAIS LIDOS

Rodrigo Muniz manda recado à nação após grande atuação; assista

O Flamengo jogou na noite deste sábado diante do Macaé, em jogo válido pela segunda rodada do campeonato carioca. O Rubro-negro foi a campo...

2 a 0: Rodrigo Muniz faz outro lindo com com a camisa do Flamengo; assista

O Flamengo hoje joga neste sábado diante do Macaé, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Carioca. O Rubro-negro carioca conseguiu abrir o...

Onde está passando o jogo do Flamengo

O Flamengo joga neste sábado diante do Macaé, em duelo como mandante, mas é mais uma partida onde o Fla atua no estádio do...

Gol do Flamengo: Muniz faz um belo gol de cabeça; Assista

O Flamengo joga na noite deste sábado, em jogo válido pela segunda rodada  do Cmapeonato Carioca. O Rubro-negro foi a campo novamente com os...