segunda-feira, setembro 21, 2020
Início Notícias Análise tática: as opções do Fla para atuar com Ederson.

Análise tática: as opções do Fla para atuar com Ederson.

Globo
Esporte – Ederson sabe criar, mas não é o clássico camisa 10, daqueles que
param a bola e pensam o jogo. A principal característica do meia é a
ofensividade, com chegadas rápidas ao ataque e arremates a gol. Exatamente por
isso foi testado por Cristóvão Borges na vaga de Guerrero, suspenso pelo
terceiro cartão amarelo, para o duelo contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira,
quando fará sua estreia pelo novo clube. Na rodada seguinte, diante do
Palmeiras, domingo, com o peruano em campo, a tendência é que Ederson seja
mantido no time titular e recuado para ajudar a municiá-lo. Mas não sem deixar
de dar suas próprias investidas na frente.
Em
jogo-treino contra o Tigres-RJ na semana passada – vitória por 3 a 0 -, os
reservas do Flamengo estavam sem um atacante centralizado, apenas com Gabriel e
Alan Carius (dos juniores) de opções para as pontas. Ederson, então, atuou como
homem de frente e foi bem. Fez um gol com apenas três minutos de atividade e se
movimentou bastante. Na segunda metade, passou a se revezar com Almir entre e o
meio e o ataque, e chegou a deixar o companheiro na cara do gol, mas a chance
foi desperdiçada. Sem ficar plantado na frente, fez a função de um “falso
9”, como dizem no futebol atual. E é assim que ele deve atuar contra o
Atlético-PR, enquanto Emerson e Everton jogarão nas pontas direita e esquerda,
respectivamente. Essa também é uma opção para quando Guerrero estiver fora,
jogando pela seleção peruana, o que acontecerá diversas vezes por conta das
Eliminatórias.

Guerrero
voltará à equipe no domingo, contra o Palmeiras, em duelo que será realizado às
11h, em São Paulo. Com o peruano em campo, Ederson fará a função à qual está
mais acostumado, de último homem de meio-campo, ficando na parte central. Como
ele não tem a marcação como uma de suas principais características, os volantes
Márcio Araújo e Canteros terão menos liberdade, ao contrário do que acontece
quando Cristóvão escala o Fla com três volantes. O camisa 10, por sua vez,
poderá costurar suas jogadas ofensivas e também abastecer o trio de ataque
formado por Guerrero, Emerson e Everton.

Ederson,
de 29 anos, chegou para assumir a camisa 10 do Flamengo, que estava vaga desde
o ano passado. Para essa função de meia, o clube já havia tentado, sem sucesso,
nomes como Conca, Montillo e o colombiano Quintero. A torcida espera muito do
novo reforço, ex-jogador do Lazio e do Lyon e que iniciará sua caminhada no
Rubro-Negro nesta quarta-feira.

MAIS LIDOS

Willian Arão é criticado por Mauro Cezar Pereira

Com a saída de Jorge Jesus e chegada de Dome Torrent, os torcedores já esperavam que alguns atletas iriam ter uma queda de dempenho,...

Quatro jogadores do Flamengo testam positivo para covid-19

A onda de notícias ruins não acabam no rubro-negro. Segundo o repórter Vene Casangrande, quatro jogadores do Flamengo testaram positivo para covid-19. E todos...

Thuler titular: Torcedores pedem oportunidades ao zagueiro

O Flamengo vem de uma dura derrota para o Independiente del Valle. No jogo contra os equatorianos, pela Libertadores da América, o sistema defensivo...

Perfil diz que Jorge Jesus aceitaria retornar ao Fla num cenário

O torcedor do Flamengo estava torcendo para Dome Torrent conseguir fazer com que o Flamengo continuasse jogando um futebol de alto nível. Entretanto, isso não aconteceu....