Apenas Clubes que já caíram representarão Série A na CBF.

Por: Fla hoje

Globo
Esporte – Representantes dos 20 clubes da Série A se reuniram na tarde desta
terça-feira na sede da CBF, no Rio de Janeiro, no encontro que deu o pontapé
inicial no Conselho Técnico de clubes. Ficou definido que os presidentes de
Fluminense, Atlético-MG, Atlético-PR, Grêmio e Corinthians serão os membros da
Série A no grupo. Ainda serão eleitos dois representantes da Série B, um da
Série C e outro da Série D.  

Após
decisão da CBF em junho, os clubes ganharam mais autonomia para a organização
dos campeonatos, além de outras questões, como calendário e janela de
transferências de jogadores. A CBF retirou de seu estatuto o seu poder de veto
que tinha sobre as decisões do Conselho. Segundo o presidente do Corinthians,
Roberto de Andrade, a entidade garantiu que os clubes terão liberdade dentro do
grupo. 

Somos cinco na comissão. O presidente da CBF nos deu total autonomia para agir,
escutar os clubes, é o que a gente pretende fazer. Ouvir a todos para a gente
tornar o futebol um produto muito melhor do que ele já é – comentou Roberto, em
entrevista à CBF TV. 
O
presidente do Grêmio e um dos cinco representantes da Série A no Conselho,
Romildo Bolzan Júnior, elogiou a criação do grupo e a oportunidade de fazer
mudanças pleiteadas pelos clubes há anos.  

Temos um momento histórico para fazer as mudanças que todos nós, muitas vezes
de fora falávamos, e que agora por dentro podemos resolver e encaminhar muito
bem aquilo que nos diz respeito – avaliou, também à CBF TV.
O
cronograma de trabalho do Conselho não ficou definido. Segundo a CBF, os
representantes das outras divisões serão eleitos em breve e somente depois o
grupo se reunirá. Daniel Nepomuceno, presidente do Atlético-MG, espera que as
mudanças aconteçam.

Primeiro é parabenizar os presidentes aqui que sabem da importância que é
trabalhar na modernidade do futebol, e segundo é a importância de trabalhar nos
temas que nos afligem, como calendário, janela internacional. O futebol está em
momento de discussão. Vamos ter que trabalhar bastante – declarou o dirigente.
O
presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, acredita no poder de decisão
do Conselho Técnico dos clubes.
– A
CBF existe por causa dos clubes e do futebol brasileiro. Não é justo que os
clubes não tenham poder de decisão com relação, por exemplo, aos campeonatos
que vai disputar, o modelo de campeonato. Então, a partir de agora, com essa
alteração no estatuto, isso vai passar a acontecer – avaliou o presidente
cruzeirense.

MAIS LIDOS

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...

Põe no DVD: Patrick chora muito com titulo do Mengão; torcida do Fla tira onda

O Flamengo é novamente  campeão brasileiro. Após um ano difícil, com a pandemia e a saída e contratação de treinadores, o Rubro-negro conseguiu uma...

”Oh, SEU MULEQUE”: Gabigol ACABA com Galhardo em Live; veja

O Flamengo é novamente  campeão brasileiro. Após um ano difícil, com a pandemia e a saída e contratação de treinadores, o Rubro-negro conseguiu uma...

SAIU a escalação do Flamengo contra o São Paulo

O Flamengo joga na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, na ultima rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo acontece no estádio do Morumbi,...