segunda-feira, setembro 28, 2020
Início Notícias Após acusações, Eduardo Bandeira ironiza Wallim: 'Ridículo.'

Após acusações, Eduardo Bandeira ironiza Wallim: ‘Ridículo.’

UOL – O
presidente Eduardo Bandeira de Mello conversou nesta quarta-feira (21) com a
reportagem do UOL Esporte e respondeu ao pedido de impugnação da sua
candidatura no Conselho de Administração do Flamengo. A solicitação foi
protocolada pelo desembargador Siro Darlan. O benemérito se baseou em uma
entrevista do candidato Wallim Vasconcellos ao Jornal O Globo e usou as
denúncias de uso da máquina n
a redação do texto.
Bandeira
descartou a dilapidação do patrimônio rubro-negro e deu a versão da
administração sobre o uso dos camarotes do Maracanã e participação de
funcionários na campanha pela reeleição.
“Quem
não deve, não teme. Aquela entrevista tem uma série de inverdades. São coisas
naturais de uma campanha política quando o nível não é o alto. Estamos
preparados para isso. Não existe uso da máquina para benefícios e política com
funcionários. Não existe interesse paralelo. A minha secretária não cuida da
minha agenda eleitoral, cuida da agenda do clube. Tudo está separado. Temos
princípios éticos e morais conhecidos. Não nos afastaremos da filosofia”,
afirmou.
“Chega
a ser ridículo falar sobre o uso de camarotes. São os mesmos que foram
utilizados pelas pessoas que hoje estão em outra chapa. São usados por presidentes,
vice-presidentes e convidados. Não mudou absolutamente nada. É natural que as
pessoas trabalhem com inverdades”, completou.
A
Comissão Eleitoral indeferiu o pedido de impugnação em primeira análise.
Entretanto, a solicitação será votada através de recurso na reunião para
decidir sobre a homologação das chapas em 9 de novembro. Ainda que
aparentemente remota, a chance de ficar fora do pleito não perturba o
mandatário.
“Tenho
mais com o que me preocupar no momento. É o tipo de coisa que não me tira do
sério”, concluiu.
Na
entrevista que deu origem ao pedido de impugnação protocolado por Siro Darlan,
Wallim Vasconcellos esmiuçou os pontos de supostas irregularidades na gestão
rubro-negra.
“Práticas
que as pessoas que estão na chapa do presidente deploravam, hoje estão
praticando: aparelhamento do grupo, botando amigos do grupo político que apoia
o presidente para trabalhar no clube. Sei que tem gente que não tem capacidade
de estar lá dentro. Pediram mais três camarotes no Maracanã, 75 credenciais
para amigos, sócios, e teve uma farta distribuição de material no clube.
Fizeram uma farra. O uso da máquina é direto. Você vê o presidente de camisa
azul no Maracanã, o Flamengo virou azul agora. A fachada da Gávea ficou azul à
noite com um tapete azul na frente da sede. A gente achava que em 2013 tinha
virado a página, mas aparentemente isso não é verdade. E aliança em troca de
votos”.
Bandeira
de Mello, da Chapa Azul, tem boa vantagem nas pesquisas eleitorais. Wallim
Vasconcellos, da Chapa Verde, e Cacau Cotta, da Chapa Branca, estão empatados
tecnicamente. A eleição do Flamengo está marcada para o dia 7 de dezembro, na
sede da Gávea.

MAIS LIDOS

Dome se diz “extremamente orgulhoso” da atuação do Fla após empate

Ausente no empate em 1 a 1 diante do Palmeiras, na tarde deste domingo (27), Domènec Torrent, afastado por estar infectado pelo novo coronavírus,...

Torcida do Palmeiras pede a cabeça de Luxa após empate; veja os comentários

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, diante do Palmeiras, no Allianz Parque. O Rubro-negro viu o time paulista abrir o placar, entretanto,...

Jordi Guerrero rasga elogios a Base do Fla: “Estavam preparados para jogar”

Jordi Guerrero, substituto de Domènec Torrent na tarde deste domingo diante do Palmeiras, onde a equipe saiu de campo com um empate em 1...

Lincoln cutuca o Palmeiras após grande atuação

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, em jogo contra o Palmeiras. O confronto pelo Campeonato Brasileiro por pouco não saiu do...