quarta-feira, setembro 30, 2020
Início Notícias Árbitro culpa atletas por paralisação em Fluminense x Flamengo.

Árbitro culpa atletas por paralisação em Fluminense x Flamengo.

Árbitro Sandro Meira Ricci durante Fluminense x Flamengo – Foto: Buda Mendes/Getty Images

UOL: O
árbitro Sandro Meira Ricci não relatou o motivo da confusão na partida do
Fluminense contra o Flamengo na última quinta (13), a qual terminou com um
lance polêmico em que o juiz validou e mais tarde anulou o gol que seria o
empate do Flu contra o rival.

“O
jogo foi paralisado aos 40 minutos do segundo tempo pelos atletas de ambas
equipes terem protestado por decisão da arbitragem em um lance de
impedimento”, relatou o juiz. Em seguida, Sandro Meira Ricci observa na
súmula que “nada houve anormal”. Em ‘atrasos’, o juiz apenas relata
que deu sete minutos de acréscimo no segundo tempo por conta do lance relatado
anteriormente.
A
confusão aconteceu no final da partida, após cobrança de falta de Fluminense.
Gustavo Scarpa cobrou e Henrique empurrou a bola para o gol em posição de
impedimento e o bandeirinha Emerson Augusto de Carvalho assinalou a
irregularidade. O árbitro, no entanto, validou o gol, o que iniciou a confusão.
No meio de tudo, Sandro Meira Ricci voltou atrás da decisão e anulou o gol.
Por
causa da indecisão, a partida ficou 13 minutos parada, com os reservas dos dois
times entrando em campo. A Polícia Militar chegou a entrar no gramado para
garantir a segurança do árbitro e seus auxiliares.
Os
jogadores, comissão técnica e dirigentes do Fluminense ficaram muito irritados
com o acontecimento e afirmaram que pedirão a anulação da partida por conta do
episódio.
“Sou
o maior defensor do uso de vídeo, mas ele ainda é irregular e a regra tem que
ser igual para todos. Esse jogo tem que ser anulado”, disse o presidente
do Fluminense Peter Siemsen depois da partida.
“Houve
barbaridade na arbitragem brasileira. Prejudicou o Fluminense no primeiro gol
do Flamengo. Goleiro é impedido de sair. Lambança que não tem tamanho a
interferência externa. É ilegal. Treze minutos dentro do campo, permitindo a
entrada de pessoas estranhas no gramado. Delegado do jogo e outras pessoas…
Empurrou até que ficasse claro o lance com a ajuda externa. Deu pouco acréscimo
também. Destruiu o espetáculo. Não vamos ficar parados”, completou.
Diferença em tempos marcados:
A
súmula relata que o segundo tempo teve 52 minutos, sendo sete minutos de
acréscimo. No entanto, por conta da polêmica o jogo ficou parado por quase 13
minutos, então o segundo tempo, na verdade teve quase 60 minutos. O árbitro se
contradiz com o acréscimo explicado ainda mais para baixo, em ‘observações’,
quando relata que o jogo ficou paralisado por 10 minutos.

MAIS LIDOS

Vitinho e Marcos Braz testam negativo para Covid-19

Nesta terça-feira (29), o atacante Vitinho testou negativo para o Covid-19. O resultado já foi enviado à Conmebol e o jogador pode ficar à...

Flamengo é a aposta do SBT para bater recorde de audiência

Após a rescisão de contrato da Rede Globo com a Conmebol, o SBT é a opção para transmissão de jogos em tv aberta. Nesta...

De volta? Diego Alves treina com bola no Ninho do Urubu

Diego Alves sofreu lesão no ombro na partida contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro - onde a equipe acabou com um empate em 1...

Zico faz duras críticas a CBF por realização de Palmeiras x Flamengo

Em seu canal do YouTube, Zico, considerado o maior jogador da história do Flamengo, deu seu ponto de vista sobre tudo que envolveu os...