• Início
  • Notícias
  • Árbitro envolvido em polêmica contra o Palmeiras não atua há 17 rodadas
Publicidade

Árbitro envolvido em polêmica contra o Palmeiras não atua há 17 rodadas

Publicidade

Restam apenas seis rodadas para o término de mais um Campeonato Brasileiro. Apesar do futebol ”revolucionário” de Jorge Jesus, das constantes trocas de técnicos, dos bons resultados conquistados por professores estrangeiros e do desespero de três clubes grandes contra o rebaixamento, podemos afirmar que o maior protagonista deste campeonato esteve sempre fora das quatro linhas: o VAR. Sabe-se que ainda há muito o que ajustar durante o uso dessa tecnologia e, às vezes, um erro pode custar muito caro. Entre as inúmeras polêmicas causadas pelo árbitro de vídeo, o empate entre Palmeiras e Bahia, em agosto, pode ter influenciado diretamente na parte de cima da tabela – desde que apitou esse confronto, o juiz Igor Junio Benevenuto de Oliveira está afastado da função.

A partida entre Palmeiras e Bahia ocorreu no dia 11 de agosto, em São Paulo. Na ocasião, o Verdão abriu o placar com Dudu, aos 10 minutos, e ainda no primeiro tempo teve Felipe Melo expulso. Na segunda etapa, o Tricolor Nordestino se lançou e, logo nos primeiros minutos, conseguiu empatar a partida após um pênalti cobrado por Gilberto, artilheiro da equipe. O Alviverde, brigando por título, conseguiu recuperar sua vantagem no placar em um lance de lateral iniciado por Marcos Rocha. E foi então que surgiu o lance mais polêmico da partida: mais um pênalti sofrido pelos visitantes. No entanto, de acordo com especialistas, não havia bola em disputa no lance e, por isso, a penalidade máxima não deveria ser marcada. O lance foi muito contestado antes e após a marcação.

FOTO: DIVULGAÇÃO

A polêmica envolveu, inclusive, Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, que esteve na CBF para reclamar da confusão causada pela arbitragem. O ex-mandatário Paulo Nobre, utilizou suas redes sociais para expressar o descontentamento: “complicado hoje qualquer comentário com todo mundo p**. Ontem, a expulsão do FM, nosso melhor jogador ultimamente, e 2 penais via VAR, decidiram o jogo. Triste, mas além disso o que me chateia MUITO é a falta de ”medo” de errar com nós em todos lances e jogos. Gera insegurança“, disse Paulo.

Após a polêmica, Igor Junior Benevenuto de Oliveira atuou apenas em Fluminense 0x1 CSA, na rodada seguinte. O árbitro esteve presente na escala entre Botafogo x Flamengo, no último dia 07 de novembro – era o especialista número um do VAR. Já são 17 rodadas sem ser escalado como árbitro principal.

Por: Coluna do Fla

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod