Árbitro informa na súmula após a partida que houve agressão entre integrantes do Flamengo e São Paulo

Árbitro informa na súmula após a partida que houve agressão entre integrantes do Flamengo e São Paulo

Felipe Fernandes de Lima, árbitro que ficou responsável pelo jogo entre São Paulo e Flamengo, veio na súmula informar que o comandante do departamento médico do clube carioca, Márcio Tannure, agrediu o preparador físico do time paulista Alejandro Kohan. Toda essa movimentação começou após o terceiro gol feito pelo Flamengo. “Fui informado pelo quarto árbitro […]

#flahoje #flamengo #mengo #mengão #sempreflamengo #flamengoatemorrer #issoaquiéflamengo #vaipracimadelesmengo #vamosflamengo #issoaquieflamengo #acimadetudorubronegro #rubronegro #umavezflamengo #flamenguista #maiordomundo #crf #srn #fla #raça

Felipe Fernandes de Lima, árbitro que ficou responsável pelo jogo entre São Paulo e Flamengo, veio na súmula informar que o comandante do departamento médico do clube carioca, Márcio Tannure, agrediu o preparador físico do time paulista Alejandro Kohan. Toda essa movimentação começou após o terceiro gol feito pelo Flamengo.

“Fui informado pelo quarto árbitro da partida que o Sr. Márcio Alves Tannure, médico da equipe, durante a comemoração, realiza gestos acintosos e provocativos e proferindo as seguintes palavras contra o banco de reservas da equipe adversária: ‘fala muito, fala muito, fala agora'”, o árbitro começa a relatar tudo que teve antes da agressão.

image 14
Foto: Reprodução

“A partir desse momento, o Sr. Juan Branda e o Sr. Alejandro Gabriel Kohan abandonam a sua área técnica e vão até a área técnica da equipe adversária, iniciando uma confusão generalizada entre as comissões técnicas, sendo que nesse momento pude perceber que o médico da equipe do Flamengo, Sr. Márcio Alves Tannure, empurra o Sr. Alejandro Gabriel Kohan com as duas mãos na altura de seu peito”, comenta sobre a confusão.

Com a confusão controlada, o árbitro Felipe Fernandes de Lima, responsável pela partida; expulsou Márcio Tannure, Alejandro Kohan e Juan Branda, auxiliar do São Paulo. Contudo, na entrevista coletiva, Hernán Crespo, técnico do São Paulo, pediu também a expulsão para o médico do Flamengo.

“Infelizmente, estamos no mundo do futebol e temos que suportar [esse tipo de coisa]. Espero que um clube grande como o Flamengo, uma confederação grande como a brasileira, não permitam que gente mal-educada trabalhe no mundo do futebol”, finaliza.

  • Autor: Fernanda Sobral ,
  • 27/07/2021 ,
  • Atualizado: 27/07/2021

Flahoje.com surgiu como uma alternativa para os flamenguistas curtirem as notícias do seu time imparcialmente.

© 2022 Flahoje. Todos os direitos reservados.