segunda-feira, setembro 28, 2020
Início Notícias Assistência financeira da CBF a federações cresce 43%.

Assistência financeira da CBF a federações cresce 43%.

Lancenet
– Os cofres das federações estaduais ficaram mais cheios com o dinheiro da CBF
em 2014. O chamado “programa de assistência técnica e financeira”
rendeu aos filiados R$ 31,5 milhões no ano passado. Como em 2013 o repasse foi
de R$ 22 milhões, houve um aumento de 43% neste item do balanço anual da CBF.
O
programa consiste em uma verba fixa dada aos dirigentes (a CBF não revela
quanto) e um valor que varia de acordo com os projetos de cada federação.
A
média do montante recebido pelas federações – se os R$ 31,5 milhões fossem
divididos igualmente – seria de R$ 1,17 milhões por ano para cada uma das 27
filiadas. Indo além na matemática, o resultado médio é de R$ 97,4 mil mensais
para cada entidade.
Em
2013, quando o repasse do programa de assistência foi R$ 22 milhões, a média
foi de R$ 815 mil por ano para cada federação. Ou seja, R$ 67,9 mil mensais.
O
programa de assistência aos filiados foi o segundo item que mais teve aumento
de gastos entre as despesas administrativas. O quesito “outras” foi o
campeão, subindo 60%.
Em um
olhar mais abrangente das despesas da CBF, essa impulsão ajudou a transformar
as despesas administrativas (que subiram 39% em relação a 2013) no item que
mais “mordeu” verba da entidade em 2014. O custo foi de R$ 134,6
milhões.

Presidente
da Federação Alagoana em 2014 e recém-empossado vice da CBF para a região
Nordeste, Gustavo Feijó, valoriza a assistência.
– Isso
já acontece na indústria e na OAB, por exemplo. As federações necessitam dessa
ajuda. Não considero uma mesada. É um valor igualitário. Quem são os
representantes da CBF? Em cada estado ela tem um delegado. É tudo registrado, a
CBF recolhe os impostos – comentou o dirigente, que ainda explicou um pouco
mais para onde vai o dinheiro:

Sempre apresentamos projetos para algumas situações. Se tem uma competição
estadual que a CBF pode ajudar, pedimos.
Na
posição de vice, Feijó já falou com o presidente Marco Polo Del Nero sobre o
tema e garante que não terá aumento, por ora, nos gastos com as federações.

A CBF
fechou o ano de 2014 com um lucro de R$ 51 milhões, cerca de 10% a menos que o
exercício anterior.

MAIS LIDOS

Dome se diz “extremamente orgulhoso” da atuação do Fla após empate

Ausente no empate em 1 a 1 diante do Palmeiras, na tarde deste domingo (27), Domènec Torrent, afastado por estar infectado pelo novo coronavírus,...

Torcida do Palmeiras pede a cabeça de Luxa após empate; veja os comentários

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, diante do Palmeiras, no Allianz Parque. O Rubro-negro viu o time paulista abrir o placar, entretanto,...

Jordi Guerrero rasga elogios a Base do Fla: “Estavam preparados para jogar”

Jordi Guerrero, substituto de Domènec Torrent na tarde deste domingo diante do Palmeiras, onde a equipe saiu de campo com um empate em 1...

Lincoln cutuca o Palmeiras após grande atuação

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, em jogo contra o Palmeiras. O confronto pelo Campeonato Brasileiro por pouco não saiu do...