• Início
  • Notícias
  • Bandeira de Mello explica relação estremecida com diretoria encabeçada por Landim
Publicidade

Bandeira de Mello explica relação estremecida com diretoria encabeçada por Landim

Publicidade

É inegável a importância da gestão comandada por Eduardo Bandeira de Mello, de 2013 a 2018, no processo de reestruturação financeira do Flamengo. Inclusive, nomes da atual diretoria, como Rodolfo Landim e Wallim Vasconcellos, estiveram no início da administração. Em entrevista concedida ao canal FOX Sports, Bandeira explicou o motivo da relação estremecida com os atuais dirigentes à frente do clube.

– Um dos vice-presidentes resolveu sair, isso está registrado, dando declarações fortes demais, em relação a mim e a outros vices do clube. Ele saiu e disse que ia formar uma chapa para ganhar a eleição em 2015. Quatro VP’ s resolveram acompanhar, formaram a chapa, concorreram e nós ganhamos. A partir daí, o que aconteceu vocês registraram, no final de 2018 esse grupo, que era de oposição, ganhou a eleição democraticamente -, contou o ex-presidente, no programa “Debate Final”.

FOTO: FOTOBR

– Existe um distanciamento pelo que aconteceu em 2015. Não me sinto mal, pelo contrário. Estou muito feliz na arquibancada.

O pleito presidencial, disputado no fim de 2018, acabou tendo Rodolfo Landim, candidato da oposição, como vencedor para o ocupar o posto mais importante e de maior responsabilidade do Flamengo. Ricardo Lomba, à época vice de futebol do clube, concorreu às eleições na chapa apoiada por Eduardo Bandeira de Mello. Os demais candidatos foram Marcelo Vargas e José Carlos Peruano.

Por: Coluna do Fla

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod