O Flamengo iniciou o ano com polêmicas nos bastidores. Paulo Pelaipe, que comandava a pasta de gerente de futebol, foi desligado da função na última segunda-feira (06), através de um e-mail enviado pelo RH. Em entrevista concedida ao canal FOX Sports, o vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista (Bap), explicou esta situação e outras envolvendo o seu nome.

Bap desmentiu os boatos de que seria contra técnicos estrangeiros no Flamengo e revelou a tentativa de contratação de Jorge Sampaoli, que treinou o Santos na última temporada. O dirigente, porém, não especificou quando houve o interesse no argentino. Vale lembrar que ele também atuou na gestão Eduardo Bandeira de Mello, entre 2013 a 2015.

– Eu nunca fui contra técnico estrangeiro. Tanto que fui ao Chile tentar contratar o Sampaoli. Sempre fomos entusiastas. Dos 20 técnicos que passaram no Brasil a maioria deu errado. Só (Jorge) Jesus e Sampaoli não. Tem que achar o técnico certo, sem desafio do idioma -, disse o vice de relações externas do Fla.

Bap ficou em evidência nos últimos dias depois de ter sido apontado como um dos responsáveis pela saída de Paulo Pelaipe. Também ao FOX Sports, o dirigente negou a participação na demissão do agora ex-gerente de futebol.

Alheio às polêmicas nos bastidores, o Flamengo trabalha para fechar mais contratações para a temporada de 2020. Michael, revelação do Brasileirão 2019 pelo Goiás, e o atacante Pedro, da Fiorentina, são nomes que estão em negociação para integrar o plantel. Até o momento, o Rubro-Negro oficializou as chegadas de Pedro Rocha, ex-Cruzeiro, e Gustavo Henrique, que defendeu o Santos em 2019.

Por: Coluna do Fla