O Flamengo esteve diante de um cenário conturbado nos últimos dias. Isso porque, Paulo Pelaipe, que até então ocupava o cargo de gerente de futebol, foi demitido da função de forma inesperada. A situação gerou uma série de discussões envolvendo uma possível “queda de braço” entre o vice de futebol Marcos Braz e o vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista. Em contato com o FOX Sports, Bap desmentiu os boatos.

O VP de Relações Externas do Fla afirmou ter uma “ótima relação” com Braz e disse ter sido um dos responsáveis pelo retorno do dirigente ao Rubro-Negro. Ainda revelou que foi criticado por uma ala mais conservadora depois de demonstrar apoio ao hoje vice-presidente de futebol do clube da Gávea.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

– Eu tenho uma ótima relação com o Braz. Não concordamos com todas as coisas, mas ao longo do processo do conhecimento de Flamengo, que me coloquei nos últimos sete anos, uma das coisas que tenho dito que o Flamengo é grande para que seja exclusivo. Tem que ser inclusivo. Advoguei a aproximação ao Braz e tive papel importante para o Braz estar no lugar que está hoje. Eu fui criticado por velhas raposas rubro-negras para apoiar o Marcos Braz -, revelou Bap, completando em seguida:

– Eu entendia que era uma possibilidade de juntar ao nosso conhecimento e na matemática da boa gestão, no popular, fazer 1+1 dar 3. Temos qualidades que o Marcos não tem e vice-versa. Não pode ter discórdia e não tem -, acrescentou.

Fora das polêmicas vividas nos bastidores, parte do elenco do Flamengo e atletas da equipe sub-20 deram o pontapé inicial à pré-temporada, na última terça-feira (07). O restante do plantel se reapresentará somente no próximo dia 27, já com o português Jorge Jesus no comando dos treinos.

Por: Coluna do Fla