segunda-feira, setembro 28, 2020
Início Notícias Botafogo aceita negociar jogos do Fla no Engenhão.

Botafogo aceita negociar jogos do Fla no Engenhão.

A rivalidade entre Flamengo e Botafogo esquentou muito nos últimos anos. Desde o caso Arão, que recusou-se a renovar com o alvinegro para jogar no clube mais popular do Brasil, o ex-presidente do clube botafoguense, Carlos Eduardo Pereira, nunca se poupou para criticar, muitas vezes publicamente, o clube da Gávea. Inclusive proibindo que o rubro-negro mandasse jogos no Engenhão.
O clube de General Severiano trocou de presidente e tudo indica que o clima ficará mais ameno entre a dupla carioca. Nelson Mufarrej, novo dirigente, adotou postura distinta do antigo mandatário e abriu as portas do Nilton Santos para a equipe rubro-negra. Para jogos do campeonato carioca, existe até mesmo uma precificação para o Fla mandar seus jogos no estádio. Em partidas de pequeno porte, contra clubes menores, o valor é de R$ 100 mil. No entanto, em clássicos o valor aumenta para R$ 200 mil.
Caso o Mais Querido queira mandar jogos de outras competições no estádio, não há valor definido. O Botafogo pretende cobrar de acordo com a demanda e apelo das partidas. Contudo, o clube alvinegro deixa claro que não haverá revanchismo. Deixando assim então, a porta aberta para a relação comercial entre a dupla.
A tabela de preços será cobrada de acordo com os jogos. Exceto no Campeonato Carioca, que já há tudo pré-definido pela Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro). A taxa para locação do estádio não será maior por ser o Flamengo, garante o atual mandatário botafoguense.
– Qualquer clube que queira jogar no Nilton Santos é bem-vindo. Já há um valor determinado para os jogos do Carioca e estamos abertos para receber propostas de qualquer time. Se o PSG quiser jogar no Rio de Janeiro está convidado [risos]. E é claro que o Flamengo também está incluído -, disse o presidente em entrevista ao UOL Esportes.
O presidente ainda afirmou que a rivalidade acalorada, que muitas vezes chegou a extrapolar as quatro linhas, tem que ficar no passado. A violência entre os torcedores das duas equipes, segundo ele, é um marco negativo na história e precisa ser superada.
– A mensagem que queremos passar é que violência não tem nada a ver com futebol. Queremos que todos vão ao estádio, torçam para seus times e depois vão juntos ao barzinho conversar bebendo uma cerveja. Isso é o esporte -, finalizou Mufarrej.
Já o Flamengo não vê o Maracanã como uma opção viável devido as taxas abusivas cobradas. Caso o Maraca não possa ser utilizado, o rubro-negro pretende negociar com o Botafogo sobre o Engenhão. Afinal, a diretoria do Fla considera o estádio como uma opção importante no atual cenário.
O Maracanã passa por um alguns problemas estruturais. Entretanto, o que pesa para o Fla é a incógnita sobre os shows agendados para o charmoso estádio. Três dias antes da estreia do rubro-negro na Copa Libertadores, contra o River Plate-ARG, haverá show da banda Foo Fighters no gramado do antigo maior do mundo. Apesar de ainda não haver negociação entre os clubes, o Nilton Santos pode ser peça-chave nesse quebra-cabeça.
Por Coluna do Flamengo

MAIS LIDOS

Dome se diz “extremamente orgulhoso” da atuação do Fla após empate

Ausente no empate em 1 a 1 diante do Palmeiras, na tarde deste domingo (27), Domènec Torrent, afastado por estar infectado pelo novo coronavírus,...

Torcida do Palmeiras pede a cabeça de Luxa após empate; veja os comentários

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, diante do Palmeiras, no Allianz Parque. O Rubro-negro viu o time paulista abrir o placar, entretanto,...

Jordi Guerrero rasga elogios a Base do Fla: “Estavam preparados para jogar”

Jordi Guerrero, substituto de Domènec Torrent na tarde deste domingo diante do Palmeiras, onde a equipe saiu de campo com um empate em 1...

Lincoln cutuca o Palmeiras após grande atuação

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, em jogo contra o Palmeiras. O confronto pelo Campeonato Brasileiro por pouco não saiu do...