• Início
  • Notícias
  • Braz foge de polêmica e evita dar resposta a Renato Gaúcho, mas diz: “Dinheiro não é tudo no futebol”
Publicidade

Braz foge de polêmica e evita dar resposta a Renato Gaúcho, mas diz: “Dinheiro não é tudo no futebol”

Publicidade

O Flamengo tem um poder financeiro acima da média do Brasil. Não à toa, investiu alto no atual elenco, com o intuito de ganhar grandes títulos neste ano. Porém, uma hora ou outra aparece alguém tratando isso de forma pejorativa, como foi o caso de Renato Gaúcho, no último sábado (31). Marcos Braz, após a vitória por 3 a 0 em cima do Palmeiras, não quis entrar em polêmica.

O dirigente do Flamengo evitou responder o treinador do Grêmio, mas lembrou que dinheiro não é sinônimo de ser campeão, como já aconteceu, inclusive, com o técnico gremista, quando dirigia o Fluminense, que tinha um forte patrocinador injetando dinheiro no Tricolor carioca e, mesmo assim, perdeu a final da Libertadores da América para a modesta LDU, do Equador, dentro do Maracanã.

— Em relação aos R$ 160 milhões… O Flamengo também fez vendas boas, e por isso tinha esse dinheiro, e também a situação financeira que o clube se encontra. O Flamengo tem esse potencial. O dinheiro não é tudo no futebol, tanto que o Fluminense, que perdeu para a LDU, tinha jogadores fantásticos e caros. E ele (Renato Gaúcho) era o técnico. Passou anos, e ele fez um excelente trabalho no Grêmio, com menos dinheiro, e foi campeão. Não tem isso no futebol. Nem vou responder ao Renato, não vou entrar nessa. A situação aqui está muito tranquila. Vamos esperar esse jogo lá – disse o dirigente.

FOTO: MARCOS RIBOLLI

Entenda a polêmica:

Em coletiva, Renato Gaúcho exaltou as atuações do Grêmio e disse que sua equipe praticava o melhor futebol do Brasil. Dias depois, Jorge Jesus rebateu as afirmações do técnico tricolor ao comentar que “quem joga melhor é quem vai à frente“. Renato voltou a dar nova declaração no último sábado (31), quando lembrou do dinheiro investido pelo Flamengo neste ano.

– Respeito a opinião do Jesus, está fazendo um bom trabalho. Ouvi da boca dele que era porque era o primeiro no Brasileiro. Se perder, quer dizer que não tem mais? Se o Grêmio me der R$ 160 milhões para contratar, vou montar uma seleção. O Grêmio não gastou nem R$ 10 milhões. Óbvio que o Jesus vai puxar a sardinha para o lado do Fla, eu faria a mesma coisa. Joga um futebol bonito, sim, mas há pouco tempo. O Grêmio joga há três anos. O que tem a diferença, enorme, é financeiramente -, disse Renato Gaúcho.

Por: Coluna do Fla
Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod