• Início
  • Notícias
  • Braz perde a paciência e dá indireta em presidente do Santos
Publicidade

Braz perde a paciência e dá indireta em presidente do Santos

​O ​Flamengo manteve sua vantagem de oito pontos ao vice-colocado no Campeonato Brasileiro com a vitória por 2 a 0 diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, neste domingo (13). Ainda assim, os três pontos em Curitiba não foram o suficiente para o técnico Jorge Jesus ficar satisfeito. Em entrevista coletiva, o português não poupou críticas mais uma vez à arbitragem, mais precisamente sobre a má utilização do VAR.

Jesus voltou a reclamar das entradas que seus jogadores têm sofrido no Brasileirão e também dos cartões amarelos que tiraram Bruno Henrique e Everton Ribeiro do jogo com o Fortaleza, na próxima quarta-feira (16). Entretanto nada mais tirou o “Mister” do sério do que a anulação de pênalti pelo árbitro de vídeo. Em campo, Bráulio da Silva Machado tinha assinalado penalidade de Léo Pereira sobre o jovem Lucas Silva, mas o VAR atuou.

Em entrevista coletiva, Jesus desabafou. “Sabíamos que jogo ia ser difícil pela qualidade do Athletico-PR, pelas condições do sintético, jogo completamente diferente. Já viemos preparados. Não vinha preparado para jogar contra duas equipes, contra o árbitro, mas contra o Athletico. Quem toma essas decisões tem que ser penalizado. Não pode tomar uma decisão e nem estar no campo para fazer outras asneiras. Não tem capacidade. Nem sei quem foi, mas não pode andar no VAR. Vai para casa, férias”, disparou.

Na zona mista, foi a vez do vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, disparar contra a CBF e cutucar Santos e Palmeiras por anteriormente terem insinuado que o time carioca estava sendo beneficiado pelo VAR. “O (presidente Rodolfo) Landim pede esse tipo de posicionamento (de tratar com a CBF internamente), só que é o seguinte: a gente não aguenta mais reclamar e eles ficam igual um gatinho, miando, comendo e bebendo leite”, disse o dirigente.

“Quando começa a falar da arbitragem do jeito que está falando acaba com o Campeonato, porque o juiz chega aqui pressionado, com medo. Alguém tem que falar alguma coisa, se não ninguém aguenta (…) Tem que ver com o presidente do Santos se ele viu o VAR hoje, vou deixar ele chegar em casa, ver na televisão e ver o que ele fala hoje. Em 10 dias, já falaram presidentes de Santos e Palmeiras, e a CBF não faz nada. Vamos começar a questionar também. O que aconteceu hoje foi brincadeira”, completou Braz, citando entrevista de José Carlos Peres, mandatário do Peixe, na última sexta (11).

Cerca de 20 minutos após o pronunciamento de Braz, a assessoria de comunicação do Flamengo soltou uma nota oficial sobre seu posicionamento oficial em relação ao VAR. A alta cúpula da Gávea se mostra preocupada com o excesso de erros no Brasileirão e alerta para a partida decisiva contra o Grêmio na semifinal pela Libertadores. Tudo porque Bráulio da Silva Machado constará na equipe do árbitro de vídeo do duelo do dia 23 no Maracanã.

“A atuação da arbitragem, tanto no campo quanto no VAR, foi desastrosa e muito prejudicial ao Flamengo. Esperamos que episódios como esses não voltem a ocorrer, especialmente no dia 23, quando o árbitro de hoje (Bráulio) estará envolvido novamente em uma partida importantíssima. Uma arbitragem isenta e de alto nível: isto é que o futebol brasileiro deseja e precisa”, informa o comunicado.

Por: 90Min


© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod