A temporada do futebol do Flamengo foi encerrada no último sábado (21), com a medalha de prata no Mundial Interclubes, após a derrota por 1 a 0 para o Liverpool. Apesar do revés contra o clube inglês, o ano de 2019 foi o que a equipe rubro-negra conquistou mais títulos no século, e parte disso se deu pelo desempenho de Bruno Henrique, eleito melhor jogador do Brasileirão e também da Libertadores. O destaque foi tão grande, que o atacante entrou na mira do West Ham, clube que disputa a primeira divisão da Inglaterra, a Premier League.

De acordo com informação do jornal britânico The Sun, o West Ham enviou um olheiro para acompanhar Bruno Henrique durante as partidas do Mundial. Além de Bruno, o atacante Gabriel Barbosa também foi analisado pelos observadores. Vale destacar, no entanto, que o clube já havia manifestado interesse em Gabigol anteriormente.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Premiado como segundo melhor jogador da competição, o camisa 27 do Fla marcou um gol e deu uma assistência na semifinal contra o Al-Hilal, além de ter feito a jogada que ocasionou o gol contra de Al-Bulaihi. Na final, ele também se destacou, sobretudo com a desenvoltura para cima de Alexander-Arnold, eleito melhor lateral direito da Europa na última seleção da Uefa.

Com desempenho tão elevado, Bruno Henrique fez, indiscutivelmente, a melhor temporada de sua carreira em 2019. Ao todo, foram 35 gols e 15 assistências em 62 jogos, indicando a média em 0,81 gol por partida, entre Carioca, Brasileirão, Libertadores e Mundial. Bruno foi contratado pelo Fla no início do ano, por cerca de € 5 milhões. Atualmente, aos 28 anos, ele é avaliado em € 6,5 mi e tem contrato até o fim de 2021.

Por: Coluna do Fla