Carioca de 2014 teve Guaraviton na camisa dos árbitros.

Por: Fla hoje

ESPN –
Estampar a marca de uma empresa no uniforme dos árbitros não é uma novidade do
Campeonato Paulista de 2015. O fato já aconteceu em outros torneio do Brasil e
do mundo, incluindo o Carioca de 2014. Na ocasião, o Guaraviton é que estava na
camisa da arbitragem, na mesma época que a fabricante de bebidas patrocinava o
Botafogo. No entanto, há diferenças entre a forma de patrocínio entre os
estaduais de São Paulo e Rio de Janeiro.

Questionada
pela reportagem do ESPN.com.br, a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio
de Janeiro) explicou que não houve nenhum problema com a Fifa no ano passado
por causa desta situação e nem reclamação de nenhum outro clube. Na ocasião, os
naming rights do Campeonato Carioca foram comercializados com a empresa, e no
contrato estava prevista a exibição da marcaem peças de comunicação do torneio,
nas camisas dos árbitros e nos uniformes dos clubes participantes, exceto os
quatro grandes.
“Ano
passado, o Campeonato Carioca era patrocinado pela Guaraviton, não eram os
árbitros. Pelo acordo, todos os 12 clubes pequenos acabaram sendo patrocinados
pela empresa também, mais o Botafogo, que já tinha contrato anterior com a
Guaraviton. Então, isso não criou conflito de interesses. A federação nunca
precisou consultar a Fifa, e eles nunca falaram nada com a gente. Também nunca
houve qualquer problema com os outros clubes, Flamengo, Fluminense, Vasco,
Botafogo”, explicou a Ferj, através da assessoria de imprensa.
De
acordo com o Regulamento de Organização de Arbitragem da Fifa, é permitido a
exibição de marcas nas camisas dos juízes. No entanto, apenas se não houver
conflito de interesses. E é exatamente nesta parte do “conflito de
interesses” que a Ferj se baseia para mostrar que não há nada de ilegal no
acordo do “Cariocão Guaraviton 2014”.
“Anúncios
de patrocinadores nas camisas de árbitros serão permitidos somente se não
criarem conflitos de interesses com nenhum dos times participantes. Caso isso
aconteça, o árbitro não deve utilizar nenhum anúncio na camisa”, diz
trecho do artigo 15 do regulamento.
A
regra da entidade máxima também diz que “a publicidade é permitida somente
nas mangas das camisetas […]. A parte dianteira da camisa é reservada apenas
para escudos oficiais e emblema da associação membra, e não deve ter nenhum
tipo de publicidade. É proibido também colocar publicidade na parte dorsal da
camisa”. Mesmo assim, nunca houve nenhum pedido da Fifa para vetando o
pratrocínio no Estadual do Rio.
O
acordo entre a Ferj e a Guaraviton durou apenas um ano, e agora em 2015 os
árbitros não exibem mais a marca na camisa. A empresa Viton 44 segue investindo
no futebol e agora tem contrato de patrocínio com três times grandes do Estado:
Flamengo, Fluminense e Vasco.
A
polêmica surgiu depois que a Crefisa e a FAM (Faculdade das Américas) começaram
a patrocinar a arbitragem da FPF (Federação Paulista de Futebol) na fase final
do Paulistão deste ano. As duas empresas também são patrocinadoras do
Palmeiras, que disputa a competição, e nesta segunda-feira a Fifa aconselhou
que o acordo fosse desfeito.

MAIS LIDOS

Galhardo responde Gabigol após provocação

O Flamengo ganhou o titulo do Campeonato Brasileiro na última quinta-feira, em jogo válido pela ultima rodada do Campeoato Brasileiro. O Rubro-negro ganhou o...

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...

Denílson não deixou barato. Ele colocou uma máscara do Gabigol e aloprou a Renata Fan

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em jogo válido pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro...

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...