terça-feira, setembro 22, 2020
Início Notícias Ceará arrecadou mais do que seis grandes do eixo Rio-SP.

Ceará arrecadou mais do que seis grandes do eixo Rio-SP.

Lancenet
– Não havia como ficar indiferente à festa armada pela torcida antes mesmo do
jogo. Milhares de fanáticos nas ruas, fogos de artifício diversos, gritos de
guerra e cânticos, o hino do clube entoado, um mar preto e branco em torno de
um monumento iluminado no bairro Castelão, em Fortaleza.
Era o
ônibus da delegação do Ceará chegando à Arena Castelão, que tem se habituado a
festas homéricas, como se o futebol brasileiro desse sinais de que ainda não
perdeu a paixão que o torna vivo – embora pesquisa LANCE!-Ibope do ano passado
indique que 23,4% das pessoas do “país do futebol” não torçam para time algum.
O
título invicto da Copa do Nordeste conquistado pelo Ceará de forma
incontestável, com sete vitórias e cinco empates, foi o mais importante de sua
história – já havia ganhado o Torneio Norte-Nordeste em 1969, mas não com as
proporções que o atual regional ganhou, o primeiro com os nove estados da
região presentes. Talvez, o passo inicial para cumprir o objetivo de ocupar um
espaço maior no cenário nacional.

Todas as nossas ações são visando a essas conquistas a nível nacional – diz o
presidente do clube, Evandro Leitão, no cargo há sete anos e que não foge à
regra dos cartolas do futebol brasileiro que “não largam o osso”.
Ele
também se vangloria do resultado obtido em levantamento recente feito pelos
institutos Maksen Consulting e Trevisan Escola de Negócios, que criaram o
Índice de Desenvolvimento Esportivo (IDE), o qual leva para o esporte, métricas
de desempenho utilizadas pelas melhores empresas do mercado – considerando
infraestrutura, recursos humanos, governança, organização, captação,
desenvolvimento, marca, resultado financeiro, social e esportivo. O Ceará foi o
nono clube que mais se desenvolveu no país, atrás de Atlético-PR (o primeiro),
Internacional, Vitória, São Paulo, Cruzeiro, Santos, Palmeiras e Flamengo.
O
sucesso financeiro da Copa do Nordeste também contribui para o empurrão que o
Ceará espera. A renda líquida da final contra o Bahia gira em torno de R$ 1,2
milhão. Com premiações e bilheteria de fases anteriores, o clube terminou o
torneio com R$ 4,2 milhões líquidos obtidos, três vezes mais do que o gigante
Flamengo arrecadou com o Carioquinha da Ferj, por exemplo – para se ter uma
ideia, a folha salarial do clube gira em torno de R$ 1 milhão por mês.
Para
se ter uma ideia, entre os oito grandes clubes do eixo Rio-São Paulo, só
Palmeiras (R$ 15,9 milhões) e Corinthians (R$ 7,1 milhões), só com bilheteria,
arrecadaram mais do que o Ceará. Santos, São Paulo, Vasco, Botafogo, Flamengo e
Fluminense ficaram abaixo.
E
mais: o inédito título do torneio rendeu ainda ao Ceará uma vaga na Copa
Sul-Americana deste ano, que rende mais US$ 150 mil (R$ 450 mil) pela
participação só na primeira fase.
No ano
que vem tem mais.

Devemos ter um aumento nas cotas (dos clubes) para o ano que vem. Não sei ainda
quanto será, mas tomara que dobre o valor. Seria ótimo para todos – diz o
presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela, que agregou à Copa deste ano 14
patrocinadores (entre os quais, Itaipava, Gillette, Lupo, Penalty, Caixa
Econômica Federal e Fisk, também parceiros de grandes clubes das regiões Sul e
Sudeste).
Badalado
como o torneio que conquistou, o Ceará também bateu recorde de público no país,
com os 63.399 pagantes no Castelão na quarta-feira à noite.
E no
próximo domingo fará como mandante o clássico com o Fortaleza que decidirá o
Campeonato Cearense de 2015 – perdeu o primeiro jogo por 2 a 1 e precisa de
vitória simples para ser pentacampeão, o que só aconteceu uma vez na história,
entre 1915 e 1919, títulos reconhecidos apenas em 2008 e conquistados em época
de futebol amador e campeonatos organizados pela Liga Metropolitana.
O
Ceará mereceu a Copa do Nordeste. Ou, como escreveu o jornalista Mário Kempes,
ex-correspondente do LANCE! no estado, “foi a Copa do Nordeste quem mereceu ter
o Ceará como campeão de 2015”.

MAIS LIDOS

Fla pode eliminar o Barcelona em caso de vitória nesta terça

Se por um lado o Flamengo se preocupa com a quantidade de desfalques na partida desta terça-feira (22), contra o Barcelona de Guayaquil, pela...

Jogo do Flamengo pode ser adiado

O jogo do Flamengo pode ser adiado. Com vários casos de Covid no seu plantel, o jogo do Rubro-negro pode ser adiado e acontecer...

Provável escalação do Flamengo contra o Barcelona

O torcedor que saber a provável escalação do Flamengo contra o Barcelona SC, nesta terça-feira, em jogo válido pela quarta rodada da fase de...

As opções de Domenec

Não são tão vastas as opções para Domenec, ele precisará quebrar cabeça para encontrar o melhor Flamengo possível para hoje. É bem verdade que...