quarta-feira, setembro 23, 2020
Início Notícias Cirino admite não ter ido bem no Flamengo por "vários motivos".

Cirino admite não ter ido bem no Flamengo por “vários motivos”.

Foto: Anderson Fetter/Agência RBS

ZERO
HORA
: O 13° reforço do Inter na temporada foi apresentado: Marcelo Cirino.
Vestindo a camisa 77, o atacante de 25 anos foi uma das contratações mais
desejadas pelo clube em 2017. As conversas pelo jogador tiveram início ainda no
ano passado, com o epílogo somente agora.


Cirino sempre teve o maior interesse em vir para o Inter. Acompanhamos ele há
muito tempo. Ele vive um momento pessoal especial, foi pai agora. Ele vem para
nos ajudar e espero que seja muito feliz aqui – disse o vice de futebol Roberto
Melo, ao anunciar o jogador.

Agradeço ao Inter o esforço que fez para me contratar. Por isso, tenho certeza
que vai dar certo. O Inter é um grande time, um time que está encaixado. No
Flamengo, não fui bem por vários motivos. Aqui, tudo vai dar certo – afirmou
Cirino.
Questionado
sobre o seu insucesso no Flamengo – se comparado aos tempos de Atlético-PR –, e
a respeito das notícias de baladas no Rio, o atacante respondeu assim:

Falaram muitas coisas maldosas no Rio. Eu tinha o meu grupo de amigos, sim, mas
que se reunia entre família, não tinha nada disso (de balada). Aqui, vim para
jogar futebol. E espero fazer um grande ano. O torcedor do Inter vai gostar
muito do Marcelo Cirino. Não sei se é um recomeço, pois tive sequência no
Flamengo, fiz 99 jogos lá e marquei mais gols do que no Atlético-PR. Muitos se
acostumaram ao Marcelo do Atlético, no Flamengo, não fui o mesmo, mas vou
trabalhar para voltar a ser o jogador que todos viram um dia.
Para
contar com o jogador até o final desta temporada, o Inter cedeu o volante
Eduardo Henrique ao Atlético-PR, bancará os salários de Cirino (cerca de R$ 170
mil mensais) e só pagará algo aos paranaenses caso deseje comprá-lo ao final do
ano.
– Eu
não estava jogando todos os jogos no Flamengo, mas vinha treinando normalmente
– comentou o camisa 77 do Inter.
Com a
chegada de Marcelo Cirino, o Inter passa a contar com oito atacantes para a
temporada. São eles: Brenner, Valdívia, Diego, Carlos, Nico López, Roberson,
Sasha (que se recupera de uma cirurgia nos tornozelos e que voltará a jogar a
partir da Série B), mais Cirino e William Pottker (que se apresentará ao
Beira-Rio após as finais do Paulistão).
Cirino
é cria das categorias de base do Atlético-PR, onde estreou aos 17 anos.
Disputou inclusive a Série B pelo clube paranaense. Ainda pela equipe, foi
vice-campeão da Copa do Brasil de 2013 e ganhou o prêmio de revelação do
Brasileirão.
Em
2015, foi negociado com o Flamengo, mas não repetiu no clube carioca as mesmas
atuações. Perdeu espaço e estava na reserva desde o ano passado.

MAIS LIDOS

Secretario-geral da CBF diz que Palmeiras x Flamengo não deve ser adiado

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o secretario-geral da CBF, Walter Feldman assegurou que não pretende adiar a partida entre Palmeiras e Flamengo, apesar do...

Edmundo critica o Flamengo por pedido de adiamento

Após dois jogos difíceis da Libertadores da América, o foco do Flamengo é no Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, está maracado mais um jogo...

Rodrigo Caio é o oitavo atleta com Covid-19

O Flamengo vem de uma vitória que deu um alívio grande aos atletas e ao técnico Dome Torrent após a goleada histórica sofrida na...

Flamengo bate recorde de audiência na TV fechada

A vitória do Flamengo ontem pela Libertadores registrou o recorde de audiência na TV fechada pelo Fox Sports. Tanto a nação rubro-negra quanto os...