Cirino ressuscita e Flamengo sonha.

Por: Fla hoje

Linha
de Fundo – Depois de um início de ano complicado e cheio de problemas, o
Flamengo finalmente parece ter encontrado o caminho das vitórias. Apesar dos
desempenhos duvidosos, os jogadores rubro-negros podem se orgulhar dos
resultados conquistados. Três vitórias em três jogos no Brasileirão e a
esperança de um futuro melhor.
Ainda
sem Samir, que segue em fase final de recuperação assim como Paulo Victor, e
sem poder contar com Wallace, que sentiu uma lesão durante a semana, e Sheik,
que cumpriu suspensão, Cristóvão apostou no estreante César, que chegou a
poucos dias no clube, e no esquema com três volantes, sendo eles Cáceres,
Canteros e Márcio Araújo. Éderson, que chegou nos últimos dias, infelizmente ainda
não tem previsão de estrear.
O
embalado Guerrero contou com o apoio da calorosa torcida flamenguista de Goiás,
que compareceu em bom número mesmo com os preços caríssimos impostos pelo time
da casa, mas o primeiro tempo passou longe de ser fácil. O Flamengo teve muitos
problemas para sair de seu campo e foi encurralado pelas tentativas do ataque
esmeraldino.
A
dificuldade que o sistema defensivo sentiu foi evidente e César precisou fazer
milagres e contar com a sorte para salvar o Flamengo. Os zagueiros não estavam
seguros, a lateral direita virou a “Avenida Ayrton”, os diversos passes errados
e o fato de ninguém conseguir trabalhar a bola deixou tudo ainda mais
complicado. Com as falhas, o Goiás fez a festa e passou como quis várias vezes.
O
segundo tempo começou com mudanças. Pará e Alan Patrick entraram para as saídas
dos apagados e horrorosos Ayrton e Canteros. A alteração logo fez efeito e o
Flamengo passou a atacar mais e melhor. As jogadas individuais e a velocidade
foram os grandes trunfos rubro-negros e, mesmo passando alguns apertos com as
investidas do Goiás, o Mais Querido começou a reagir.
Aos 27
minutos, finalmente o gol saiu. Alan Patrick deu um passe certeiro para
Guerrero, o atacante não hesitou e mandou uma assistência sensacional para Marcelo
Cirino, que tocou na saída do goleiro e correu para o abraço.
Mesmo
não tendo feito uma boa partida, o time mostrou evolução no segundo tempo e
pode melhorar com a volta de alguns jogadores e a estreia do novo camisa 10.
Senti falta dos zagueiros mais seguros e dos volantes mais participativos. O
destaque vai para César, que melhorou consideravelmente depois da sequência de
partidas ruins e hoje começa a ganhar a confiança do torcedor.
Depois
de oito anos sem vencer o Goiás, Guerrero diz “levanta-te e anda Cirino” e
segue quebrando os tabus do Flamengo. O próximo jogo é contra o Santos no
Maracanã e é hora da torcida lotar nossa casa mais uma vez. Vamos juntos,
Nação!
Mariana

MAIS LIDOS

Chances do Flamengo ganhar o Brasileirão disparam após vitória

O Flamengo vem de uma grande vitória no Campeonato Brasileiro, a mais importante do Rubro-negro até o momento no Brasileirão. Neste domingo, o Rubro-negro...

Veja a provável escalação do Internacional contra o Flamengo

O Internacional tem pela frente um grande jogo de futebol neste domingo. O time gaúcho irá medir forças com o Flamengo, em jogo que...

Escalação do Flamengo deve ter novidades; veja quem deve começar jogando

O Flamengo tem uma grande final pela frente para disputar. Neste domingo, o Rubro-negro carioca irá medir forças com o Internacional, em jogo decisivo...

São Paulo empata e pode jogar contra o Fla para cumprir tabela

O São Paulo enfrentou o Palmeiras na noite desta sexta-feira, em jogo atrasado do Campeonato Brasileiro. O confronto poderia colocar o São Paulo de...