Clubes brasileiros tentam criar ‘bloco’ para negociar com Conmebol.

Maracanã em dia de jogo do Flamengo na Conmebol Libertadores – Foto: Gilvan de Souza

GLOBO
ESPORTE: Representantes de clubes brasileiros tentam articular uma pauta comum
de reivindicações para apresentar à Conmebol. Os principais temas são o
Tribunal de Disciplina da confederação, os valores das cotas a serem recebidas
pelos participantes dos torneios continentais, e questões de segurança.

Nesta
quinta-feira, em Assunção, haverá a primeira reunião da Comissão de Clubes
criada pela entidade, e da qual fazem parte os 16 times que estão classificados
para as oitavas de final da Libertadores – entre eles os brasileiros
Atlético-PR, Atlético-MG, Botafogo, Grêmio, Palmeiras e Santos.
O que
os dirigentes brasileiros querem é se antecipar a essa reunião geral e elaborar
uma lista de reivindicações própria. Uma reunião a ser realizada na tarde desta
quarta-feira vai servir para detalhar os temas apresentados.
Os
representantes dos times da Libertadores convidaram seus pares dos times que
estão na Sul-Americana – Flamengo, Fluminense, Chapecoense, Corinthians, Sport
e Ponte Preta.
Árbitro de vídeo
A
primeira reunião da Comissão de Clubes, a ser realizada nesta quinta-feira,
terá como pauta o uso dos árbitros de vídeo a partir das quartas de final da
Libertadores.
O
encontro também servirá para avaliar a mudança de formato da competição, que em
2017 passou a ser disputada durante todo o ano – até o ano passado, a Libertadores
se concentrava no primeiro semestre.
A
criação da uma Comissão de Clubes é uma tentativa da Conmebol de se aproximar
dos clubes, especialmente dos brasileiros, com quem a relação sempre foi tensa.
A situação piorou neste ano com as decisões do Tribunal de Disciplina a
respeito de Palmeiras e Chapecoense.

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.