A lesão de Thiago Maia caiu como uma bomba no departamento de futebol do Flamengo. O grande tempo de recuperação e o desgaste de um calendário tão apertado se mostra praticamente impossível de gerenciar ficar sem mais um jogador na posição. Hoje, o Flamengo teria em seu elenco profissional, apenas Arão e Gérson para a função. Sendo que naturalmente, Gérson joga mais avançado.

O Flamengo poderia escolher pelos jogadores João Gomes e Daniel Cabral da base. Mas a diretoria olha na verdade para o mercado, em busca de opções. Em seu canal no YouTube, o jornalista Mauro César Pereira comentou sobre a intenção da diretoria diante da contusão de Maia:

“O clube carioca estuda a possibilidade da contratação de um outro jogador para a posição, um outro volante, já que Willian Arão passa a ser o único homem do setor, além de jogadores da base. A temporada vai até fevereiro, ou seja, o Flamengo passa a precisar de um atleta para essa posição”, que também completou:

“Fato é que o Flamengo precisa recompor o elenco com alguém que possa preencher essa lacuna deixada por Thiago Maia. Jogador da mesma qualidade dificilmente vai conseguir, mas pelo menos ter alguém que seja da posição, do setor”, finalizando seu comentário.

O nome de Jonas foi ventilado nas redes sociais, mas ainda não passa de especulação. Nome aliás que em pouco tempo causou divisão de opiniões. Afinal, Jonas sempre foi um jogador mais voltado a raça que a qualidade técnica. A torcida se dividiu entre receptividade e rejeição ao nome.

Leia também: Rogério Ceni monta treinos do Flamengo durante a madrugada

Veja também: Equipes rubro-negras encaram o Brasil Open de Polo Aquático 2020