quinta-feira, outubro 1, 2020
Início Notícias Comandante do Gepe culpa Flamengo por invasões.

Comandante do Gepe culpa Flamengo por invasões.

O comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), major Silvio Luiz, responsabilizou o Flamengo pelas brigas que depredaram o Maracanã na final da Copa Sul-Americana, na quarta-feira. Segundo ele, as invasões ocorreram por causa da dificuldade de verificar as carteiras do sócio-torcedor (corporativos ou não). Ainda segundo ele, muitos sem a validação do ingresso invadiram o estádio e que se o Flamengo não resolver o problema, vai pedir que o Ministério Público (MP) proíba a realização de mais partidas no estádio. 

O major admitiu que temia que pessoas sem ingresso invadissem o estádio, como vem acontecendo em jogos do Flamengo nas quais a venda é exclusiva para o sócio-torcedor e os bilhetes se esgotam. Por isso, segundo ele, o Gepe solicitou o fechamento do trânsito na Avenida Maracanã, para que um cordão de isolamento fosse feito. A prefeitura não autorizou:
— Não insisti, porque sabia que não teria como fiscalizar qual torcedor tinha o cartão válido não. Já pedi diversas vezes que essas partidas tenham bilhete físico ou uma comprovação impressa de validação e nunca fui atendido. Vou começar a tomar outras medidas juntamente com o Ministério Público, se achar necessário.
O Gepe, junto com o comando geral da Polícia Militar, tem o direito de dizer que não pode garantir a segurança de eventos por muitas razões. Com essa declaração, o MP pede o adiamento ou cancelamento da partida até que as exigências sejam atendidas. Raras foram as vezes em que a polícia e o MP pediram adiamento, cancelamento ou transferência de um jogo e a Justiça não acatou.
Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, questionou a atuação do Gepe.
— Infelizmente essa invasão de torcedores ou desordeiros foi programada com mais de uma semana de antecedência. Foi espalhada na internet, e as autoridades sabiam. Não tenho elementos para avaliar a operação, mas certamente houve erro — afirmou à Rede Globo.
Torcedores sem ingresso orquestraram uma invasão, pela internet, marcada para as 21h.
— No horário de pico, entram no Maracanã de 700 a 800 torcedores por minuto. Imagina se um trava na validação, por dois minutos. Já se tem um confusão instalada — disse o major.
O comandante do Gepe se queixou que o Fla já tinha esgotado os ingressos quando foi discutida a segurança da partida, dia 7.
— Ficamos tentando interceptar as combinações feitas pela internet e botamos o maior efetivo policial do ano no Maracanã, 650 PMs. O que falta fazer? Botar um PM de mão dada com cada torcedor? — questionou o major, que admitiu que em alguns momentos a policia perdeu o controle da operação.
Segundo a Maracanã S.A., cerca de 70 mil pessoas foram ao jogo, sendo que apenas 62 mil passaram pelas catracas, o que colocaria cerca de oito mil pessoas no estádio de forma ilegal. Foram registradas 13 ocorrências.
Em nota, o clube atribuiu os problemas ao comportamento do torcedor que, mesmo sem ingresso, forçou invasões, e ao policiamento, que não teria efetivo suficiente:
Consideramos equivocada a justificativa dada pelo comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios de que apenas um fator — o uso de cartões-ingressos descarregados por sócios-torcedores mal-intencionados — seja a razão predominante para os acontecimentos de ontem. É importante citar que cartões-ingresso são utilizados em eventos esportivos no mundo todo, inclusive no Brasil, e são uma forma de oferecer comodidade aos torcedores que fazem uma contribuição fundamental ao Flamengo, além de representarem um fator inibidor do cambismo e de confusões na venda de ingressos”.
Fonte: Coluna do Flamengo

MAIS LIDOS

Lincoln brilha em partida que poderá ter sido a última pelo Fla

Diante de tantos desfalques, surgiu para Lincoln algumas novas oportunidades de aparecer no elenco. O jogador ainda possui 19 anos, é um jovem em...

Grata surpresa: Flamengo tem elenco maior do que imaginava

O cenário nos últimos dias era caótico, o Flamengo simplesmente não tinha time para entrar em campo. Ou será que tinha? Bem, a realidade...

Jordi Guerrero recebe eleogios da torcida: ”Fica”

A vitória do Flamengo por 4 a 0 foi muito comemorada pelos torcedores nas redes sociais. Com o resultado, o Fla se garantiu nas...

Libertadores: Gerson cutuca o Del Valle após goleada

O Flamengo jogou na noite desta quarta-feira diante do Independiente del Valle, em confronto válido pela Libertadores da América. O Rubro-negro não tomou conhecimento do rival, vencendo...