sexta-feira, setembro 25, 2020
Início Notícias Confira ex-jogadores que tentaram a carreira na política.

Confira ex-jogadores que tentaram a carreira na política.

NA
BOLA – Virou uma coisa comum no Brasil alguns ex-jogadores tentarem a carreira
política após abandonarem as quatro linhas. Romário foi o que teve mais
sucesso, mas Jardel, Roberto Dinamite, Bebeto, Danrlei, Ademir da Guia já
conseguiram se eleger. Pelo mundo, outros craques também buscaram esse caminho.
Confira:
Romário
Craque
da seleção brasileira na conquista da Copa de 1994, Romário brilhou com as
camisas de Barcelona, Vasco e Flamengo. Entrou para a política em 2000 e foi
eleito deputado federal. Quatro anos depois, foi eleito senador com mais de 63%
dos votos e é cotado para a sucessão do prefeito do Rio, Eduardo Paes.
George Weah
Melhor
jogador do mundo em 1995, o liberiano atuou por Milan, Chelsea e Paris Saint
Germain e resolveu se aposentar em 2003 após a Taça das Nações Africanas. Em
2005, foi candidato a presidência e ficou em segundo lugar. Em 2011, perdeu o
pleito para vice-presidente. Em 2014, derrotou o filho do presidente do país e
foi eleito senador com 78% dos votos.
Cuauhtémoc Blanco
O
Romário mexicano disputou duas Copas do Mundo por seu país (2002 e 2010). Em
2006, teve desentendimentos com o técnico Ricardo Lavolpe e ficou fora apesar
da comoção nacional. Atualmente é prefeito do município de Cuernavaca com
39.861 votos.
Marc Wilmots
Ex-jogador
da Bélgica, Wilmots atuou nas Copas de 1998 e 2002 e foi o comandante da equipe
no Mundial de 2014 no Brasil. Foi senador belga de 2003 a 2005, quando
renunciou criticando uma mudança constitucional.
Sol Campbell
Conhecido
no Brasil como “Odvan inglês”, o zagueiro que não tinha medo de dar chutões
jogou as Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006 e fez mais de 200 partidas pelo
Arsenal. Este ano tentou a indicação do partido conservador para tentar ser
prefeito de Londres em 2016, mas não conseguiu o apoio para sua candidatura.
Eric Cantona
Craque
em campo e polêmico fora dele com um longo histórico de suspensões, a mais
famosa dela quando agrediu um torcedor pelo Manchester United e ficou nove
meses suspenso, Eric Cantona tentou a política em 2012. Ele buscou 500
assinaturas que o credenciassem a concorrer a presidência, mas logo desistiu.
Gianni Rivera
Ídolo
do Milan em campo, clube o qual foi vice-presidente Gianni Rivera atuou em
quatro Copas do Mundo (1962, 1966, 1970 e 1974), sendo vice-campeão em 70,
perdendo a final para o Brasil. Foi parlamentar italiano entre 1987 e 2001.
Grzegorz Lato
Artilheiro
da Copa do Mundo de 1974 pela Polônia, Lato é um dos grandes jogadores da
história do país. Por quatro anos (2001 a 2005) foi senador. Em 2008 assumiu a
presidência da Federação Polonesa de Futebol.
Siga-me
no Twitter: @rodrigostafford

MAIS LIDOS

Conmebol nega pedido do Fla para inscrever mais dez atletas na Libertadores

O Flamengo sofre com o surto de contaminação pelo novo coronavírus instalado no clube. 16 jogadores pegaram Covid-19 nos últimos dias e a equipe...

Jair Ventura pede atacante do Flamengo pagando 100% do salário

O Flamengo possui um dos times mais qualificados do futebol sul-americano. Com tamanha qualidade técnica, é certo que muitos jovens atletas não terão a...

Cada um pensando em seu próprio umbigo

Muito do que tem acontecido nas últimas horas no futebol brasileiro serve para reforçar algo que já é histórico em relação a nossos dirigentes:...

Dirigente espera poder contar com atletas infectados na quarta

O Flamengo está passando por um surto de covid-19 em seu elenco. Ao todo, são 23 casos, inclusive entre comissão técnica e dirigentes. O...