sábado, setembro 26, 2020
Início Notícias Confira uma análise do sorteio das oitavas da Copa do Brasil.

Confira uma análise do sorteio das oitavas da Copa do Brasil.

Torcedores
– Tivemos nesta terça-feira o sorteio que definiu os confrontos das oitavas de
final da Copa do Brasil 2015. O evento aconteceu na Barra da Tijuca, na sede da
CBF, no Rio de Janeiro. Realizado de manhã, o sorteio este ano foi todo
sofisticado com direito a televisionamento ao vivo pelas emissoras de
televisão.
O
sorteio foi fácil de entender durante seu andamento, mas foi bem mais complexo
que o necessário. Os times de cada pote foram separados em quatro blocos para
decidir o lado e a chave que seria sorteada. Até que foi bom para a televisão…
Agora,
falando do resultado do sorteio (o que realmente interessa), não tivemos um
clássico, mas sim dois clássicos regionais sorteados para as oitavas de final.
Santos x Corinthians e o derby carioca Flamengo x Vasco são os confrontos mais
impactantes das oitavas. Ainda podíamos ter um terceiro clássico envolvendo o
Palmeiras. Não aconteceu, mas teremos um grande embate entre Cruzeiro x
Palmeiras.
Completam
as oitavas de final os confrontos entre São Paulo x Ceará, Atlético-MG x
Figueirense, Coritiba x Grêmio e Internacional x Ituano. A seguir, rápidas
análises e os palpites de cada confronto.
Flamengo x Vasco: É o
principal jogo das oitavas, pelo menos o mais impactante. É o derby carioca e
uma das maiores rivalidades do futebol mundial (sim, é verdade…). O Flamengo
chega em condições melhores, estando estável na tabela do Brasileirão e com uma
campanha aceitável. O Guerrero chegou e embalou o time, mas milagres não
acontecem, e setores da equipe ainda precisam ser acertados. Prova disso foi o
empate frustrante contra o Santos no último fim de semana no Maracanã, 2-2. Se
no Flamengo o clima é estável, no Vasco a crise parece não ter fim. Não é o
pior elenco do Brasileirão, mas o time não consegue jogar bem, sendo dominado
por todos os adversários minimamente entrosados em todos os jogos que disputa
contra eles. Não há um que apareça como “salvação” para o time. Entretanto, uma
vitória em cima do Flamengo seria um “campeonato a parte” para Eurico e todo o
torcedor vascaíno. O time cruz-maltino tem um retrospecto curiosamente animador
em clássicos disputados em 2015, pois é o momento em que deixa a crise de lado
e se concentra apenas no jogo em si. Mas, contra o Flamengo, é bom se atentar e
ser defensivo. O ataque do Flamengo é muito perigoso, e se deixar Guerrero
chegar, já sabe… Aliás, este é o jogo da crise. Quem ganhar, se alivia. Quem
perder, se complica nos bastidores, principalmente o Vasco…
Corinthians x Santos: Outro
grande clássico regional nestas oitavas de Copa do Brasil. O “Timão” chega a
Copa do Brasil após a vexatória eliminação na Libertadores, que começou um
processo de crise, que atualmente está controlada pelo bom desempenho em campo.
Mesmo com tanto desmanche, Tite conseguiu arrumar o time, montou um bom elenco
e se tornou “mestre” em futebol defensivo no Brasil, novamente. Tite sabe
montar o time para ganhar os jogos, sobretudo. É fazer 1-0 e estacionar o
ônibus contra os adversários. Ele tem uma zaga confiável, e por isso os
resultados estão sendo obtidos. Mas, o ponto fraco do Corinthians é o ponto
forte do Santos. O ataque com os meninos do “Peixe” é mais ofensivo e perigo
que o adversário. Jovens como Ricardo Oliveira, Geuvânio e Gabriel tem o
costume de acertar o alvo e matar o adversário. Taticamente, será um jogo
“ataque” contra “defesa”, o que vai se concretizar caso o Corinthians sai na
frente no confronto. Mas desta vez, é melhor Tite não se contentar com 1-0 em
seus jogos, principalmente na Vila Belmiro. Claro, a última afirmação é se o
time jogar mesmo em casa, pois pensa em mandar seu jogo no Pacaembu, entregando
para o Corinthians dois jogos em seus domínios. Seria ridículo, há vários
outros jogos para fazer caixa, não um clássico nas oitavas de uma Copa do
Brasil. Fazer o que…
Palmeiras x Cruzeiro: Não é
um clássico regional, mas este confronto é um dos mais pesados no futebol
nacional. Apesar do peso de ambos os times, o Palmeiras chega muito mais forte
neste confronto, principalmente se souber suprir com a perda de Gabriel. O
ex-tecnico cruzeirense sabe montar equipes ofensivas, que gostam de atacar e
que proporcionam bons jogos. A má notícia para o torcedor cruzeirense é que ele
pegou o domínio do time palmeirense, com a intensa movimentação de seus
jogadores durante todo o jogo. O time sofre muitos ataques por deixar espaços,
mas não leva muitos gols, pois é confiável desde o Fernando Prass até o Rafael
Marques. Já o Cruzeiro vive sua pior campanha da história na “Era dos Pontos
Corridos” do Brasileirão, com o sonhador Luxemburgo, um elenco mediano e um
time fraco, muito fraco. São vários os problemas da equipe, que começam com o
técnico. A camisa do Cruzeiro pode pesar, e a torcida vai ter que apoiar e
lotar o Mineirão, pois o time tem a obrigação de fazer um ótimo resultado em
casa, se não será engolido no Allianz Parque.
São Paulo x Ceará:
Confronto dos extremos. Os extremos ficam por conta dos times. O São Paulo está
na parte de cima do Brasileirão e tem um time bem entrosado, com um ótimo
técnico. Mas vive de alguns “lampejos”, pois não consegue ter regularidade de
forma alguma, e o Ceará precisa de aproveitar disso, com o Castelão lotado e um
futebol totalmente ofensivo. Não é nada animador ver o time do Ceará jogar,
pois não consegue criar tantas jogadas ofensivas e quando consegue, raramente
acerta a finalização. Não por isso é o último colocado da Série B, e vive
trocando de técnico, quando o problema é a qualidade do elenco. Mas uma coisa
deve ser ressaltada, o time joga com raça, tenta muito, demais… É nisso que o
torcedor do “Vozão” deve se apegar contra a equipe paulista, que por sorte,
decide em casa. E o torcedor do Ceará é apaixonado, enche o estádio todo jogo,
e quando tem jogo grande, o estádio vira um inferno. Para o São Paulo, basta
jogar o que pode, e fazer um resultado seguro no Morumbi. Detalhe, quase nada
sobrou do Ceará campeão da Copa do Nordeste, infelizmente…
Fluminense x Paysandu: Um
confronto que será bem interessante de assistir. O torcedor do Flu pode achar
que pegou um adversário fácil e tranquilo. Mentira, o Paysandu é um adversário
“chato”, que cresce muito em grandes jogos. O Fluminense é favorito pelo time e
pelo elenco que Enderson Moreira dispõe. O ataque com Ronaldinho Gaúcho e Fred
é um dos melhores do futebol brasileiro. Tem uma boa defesa, confiável, na medida
do possível. O Maracanã deve receber um bom público e o Flu deve vencer, mas o
problema é no jogo de volta. O Mangueirão é um dos estádios mais vibrantes e
infernais do futebol sul-americano. A torcida vai em todos os jogos e é
absolutamente fanática, canta o tempo inteiro. E as ameaças não ficam apenas
fora de campo, mas também em campo. O futebol do Paysandu não é primoroso, mas
é ajeitado. E se o Fluminense tem R10, o Paysandu tem Iago Pikachu, um atacante
matador, que chuta de todos os lugares possíveis e tem um poder de finalização
absurdo. Tem jogo…
Grêmio x Coritiba: Confronto
entre dois times da região Sul que estão desapontando seus torcedores. O Grêmio
tem elenco para ficar entre os times para disputar a Libertadores, pelo menos
tentar, mas não joga bem, decepciona, e está próximo da zona de rebaixamento. O
Coritiba tem o apoio de seu torcedor, e tem um elenco limitado. Luta contra o
rebaixamento mesmo. É um jogo equilibrado pela limitação de ambas as equipes.
Atlético/MG x Figueirense: O Atlético
tem o Mineirão lotado, um dos melhores elenco do Brasil, tem o artilheiro Lucas
Pratto, tem amplo favoritismo no confronto. Mas pode se complicar no estilo de
jogo do Figueirense, que consiste em entregar a bola ao adversário para ele
impor o jogo, ficando na defesa, cansar o adversário e sair no contra-ataque. O
problema é que esta estratégia pode dar muito certo, mas também pode ser
mortal, pois se permitir demais, o Atlético/MG assassina seus concorrentes.
Internacional x Ituano: O
confronto mais fácil das oitavas. Sim, o Internacional é um bom elenco e tem um
grande time, mas não está vivendo os melhores dias. Aguirre está injustamente
no balanço do cargo. O time é entrosado, é forte na finalização e tem Valdívia,
que hoje costuma ser mais decisivo que D’Alessandro. Entretanto, o Inter é
muito favorito contra o Ituano, que nem calendário tem, pois não faz jogo
oficial desde o primeiro semestre. Era o adversário que todos queriam, e o
“Colorado” deu esta enorme “sorte”. Foi o vencedor do sorteio de hoje, sem
dúvidas…
Os
favoritos dos confrontos na minha opinião: Flamengo, Corinthians, Palmeiras,
Fluminense, Atlético/MG, Internacional, São Paulo e Grêmio.
Os
jogos ocorrem nos dias 19, 20 (ida), 26 e 27 (volta) de agosto.

MAIS LIDOS

Demissão de funcionário revolta torcida do Fla; veja os comentários

O torcedor flamenguista ver mais notícias sobre o extra campo do Fla do que dentro de campo. Na noite desta sexta-feira, foi notificado que...

Vice-Presidente do Fla crítica CBF por manter partida

O Flamengo tem 16 casos de covid confirmados dentro de seu plantel, fato que não parece significar muito para a CBF. Isso sem contar...

STJD bate o martelo e Flamengo x Palmeiras está mantido

O Flamengo entrou no STJD solicitando o adiamento da partida de domingo, diante do Palmeiras no Allianz Parque. Porém, se antes a negativa veio...

Flamengo demite fotógrafo e torcida se revolta

O Flamengo na tarde desta sexta-feira decidiu demitir o fotógrafo Matheus Grangeiro, responsável pelas mídias sociais do clube e também por várias fotografias. A...