sábado, setembro 19, 2020
Início Notícias Contador desmascara acusações de opositor do Fla.

Contador desmascara acusações de opositor do Fla.

Blog
do Paulinho – O objetivo do presente texto é explicar alguns pontos colocados
na matéria publicada em seu blog em 20/4/2015, intitulada “A Matemática Azul”,
escrita pelo conselheiro fiscal Gonçalo Veronese Moniz Vianna.

Entendo
que alguns pontos, que não deveriam ser passíveis de questionamentos por um
conselheiro fiscal presente, podem gerar dúvidas para o torcedor que não esteja
familiarizado com as notícias do clube ou com a legislação contábil aplicável.
1-os
valores da venda dos direitos econômicos do atleta Hernane ao clube Al Nassr
foram contabilizados como receita do exercício de 2014. Como ocorreu o
inadimplemento, foi constituída Provisão para Crédito de Liquidação Duvidosa,
como determina a norma contábil, e como pode ser comprovado pela Nota Explicativa
5. Portanto, como a contrapartida dessa provisão é uma despesa, a referida
venda NÂO contribuiu para o superávit apurado no exercício. Caso o clube
tivesse recebido os valores, o superávit seria, aproximadamente, R$ 8 milhões
superior ao apresentado;
2- é
estranho o questionamento e a tentativa de analogia do “superávit de mais de 60
milhões” com o fato de que “o clube não possuía um tostão em caixa em janeiro
de 2015”, que, se foi ou não verdadeiro, não tem qualquer relação com o
superávit contábil apurado. O superávit é apurado mediante o confronto das
receitas e despesas do período, e não das disponibilidades em caixa, fato
básico que um conselheiro fiscal eleito deveria saber;
3- é
mentirosa a afirmação de que foram tomados 142 milhões em empréstimos que,
somados a 110 milhões de adiantamentos, totalizariam 252 milhões. A posição em
empréstimos, que em dezembro de 2012 já era de R$ 85,2 milhões, fechou o ano de
2014 totalizando R$ 140,6 milhões, já incluídos àqueles cujas garantias sejam
recebíveis da TV. A rubrica “Adiantamento de Contratos” se refere a luvas
recebidas pela assinatura de contratos além de verbas rescisórias em caso de
rompimento unilateral, contabilizadas no Passivo apenas por uma correta
apropriação por competência;
4 – a
dívida referente ao Consórcio Plaza vem sendo corrigida contabilmente e está
embasada em laudo técnico específico;
5 – em
relação ao valor cobrado pelo Banco Central, de acordo com o Pronunciamento
Técnico CPC 25, referente a provisões, passivos e ativos contingentes, deverão
ser provisionadas apenas aquelas cuja a probabilidade de perda seja provável.
Tendo em vista que os advogados do clube avaliaram as chances de êxito como
possíveis, inclusive com alguns outros clubes já tendo obtido êxito na esfera judicial,
a questão foi relatada na Nota Explicativa 15, como determina o bom uso da
norma contábil, e que deveria ser de conhecimento de um conselheiro fiscal.
A
“desconstrução” que vem sendo feita, e que provavelmente esteja gerando os
questionamentos do conselheiro em questão, é a desconstrução da situação que
existia no clube até 2012, quando o grupo político desse conselheiro presidia o
Conselho Fiscal, época em que possuía Demonstrações Financeiras como a de 2010,
com 6 ressalvas e 5 parágrafos de ênfase, ou como a de 2011, com 6 ressalvas e
8 parágrafos de ênfase, culminando com a de 2012, onde os auditores
independentes se abstiveram de emitir opinião, tamanha a irrealidade dos
números, fundo do poço institucional. Talvez o fato do clube ultrapassar o 2º
ano consecutivo com demonstrações que tiveram pareceres sem ressalvas e
premiadas pela sua transparência venha incomodando e “desconstruindo” aquilo
que ele imagina ser o melhor para a instituição.
*Benny
Kessel é contador e autor do Blog Balanço da Bola

MAIS LIDOS

Os pecados da diretoria na escolha do novo treinador

A diretoria rubro-negra logo que informada da saída de Jorge Jesus, deixou algo bem claro, gostaria de contar novamente com um estrangeiro. Tal decisão...

Opinião: Dias contados para Domenec no Flamengo

Uma derrota vexatória diante do Independiente Del Valle, uma atuação totalmente desinteressada e uma torcida que perdeu a paciência, esses e outros fatores apontam...

Jorge Jesus é relembrado por torcedores do Flamengo após goleada

Jorge Jesus marcou seu nome na história do futebol brasileiro e do Flamengo. Com cinco títulos na bagagem, o português deixou o Mais Querido...

Fla: Comentarista faz duras críticas à Domènec após goleada

A goleada sofrida pelo Fla na última quinta-feira (17), por 5 a 0, contra o Independiente Del Valle, do Equador, fez com que muitas...