Flamengo quer vender jogadores para fechar a conta.

Por: Fla hoje

Flamengo é hostilizado em Recife, e Cristóvão recebe apoio dos jogadores

Globo
Esporte – Com duas negociações no apagar das luzes na janela de transferências
de fora para dentro do Brasil, o Flamengo espera disputar o segundo turno
completo e mais equilibrado, como definiu o diretor de futebol Rodrigo Caetano.
O equilíbrio por posições para virarem peças no esquema tático de Cristóvão,
porém, passa também pela contabilidade do clube da Gávea. Sem vendas
expressivas neste ano e nas últimas temporadas – ano passado ficou em 10º no
ranking dos clubes brasileiros que mais arrecadaram com transferências e em
2013 não aparece nem entre os 12 primeiros da lista -, o clube aguarda o fim da
janela de saída para equilibrar suas contas.
No
orçamento do Flamengo, há previsão de vendas que atinjam valor de R$ 10
milhões. Entre as sondagens recentes, a diretoria aguarda proposta oficial para
analisar a venda do zagueiro Samir. No ano passado, a venda de Hernane
representava, em tese, quase o dobro do valor esperado para receber em vendas
de direitos de jogadores neste ano – segundo balanço patrimonial do clube, o
Flamengo arrecadou com cessões de direitos econômicos R$ 19,5 milhões.
Líder
em arrecadação no futebol brasileiro em 2014, com receita total de R$ 347
milhões, o Flamengo nos últimos tempos dependeu menos das vendas de jogadores e
mais das receitas oriundas de patrocínio e das cotas de TV. O que não quer
dizer, absolutamente, que possa prescindir da arrecadação com venda de atletas,
um dos principais tripés de receitas no futebol brasileiro.

Precisamos (vender), claro. Mas as janelas (de transferências) são descasadas.
Trouxemos jogadores agora, mas a janela de saída vai até o final de agosto.
Existe a necessidade (de saída de atletas). Nenhum clube no futebol brasileiro
pode se dar ao luxo de não vender. O (clube) que falar diferente, na minha
visão, está faltando com a verdade. Você forma, tem o retorno técnico do atleta
e depois tem o retorno financeiro – lembrou o diretor de futebol do Flamengo,
Rodrigo Caetano.
Na
busca por reforços para este ano, o Flamengo se alimentou principalmente do
mercado interno. Foi assim com Marcelo Cirino, ex-Atlético-PR. Também foi desta
maneira com Ayrton e Alan Patrick, do Palmeiras, e Guerrero e Sheik, que
pertenciam ao Corinthians. As contratações de César, por empréstimo ao Benfica,
e de Ederson, que rescindiu com a Lazio, eram promessas da diretoria
rubro-negra para este ano: o presidente Eduardo Bandeira de Mello dizia que em
2015 os valores de investimentos já seriam mais altos. E em 2016, a expectativa
é de mais contratações. No orçamento aprovado para este ano – que inclui R$ 20
milhões em aditivo para contratações -, a previsão de investimentos em
aquisição de atletas era de R$ 30 milhões.

Neste momento, procuramos justamente contratar jogadores para dar equilibrada
boa no elenco. Precisamos de opções no segundo semestre, num momento em que não
podemos pecar por não ter jogadores especialistas na função – afirmou o diretor
do Flamengo.

MAIS LIDOS

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...

Denílson não deixou barato. Ele colocou uma máscara do Gabigol e aloprou a Renata Fan

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em jogo válido pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro...

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...

Põe no DVD: Patrick chora muito com titulo do Mengão; torcida do Fla tira onda

O Flamengo é novamente  campeão brasileiro. Após um ano difícil, com a pandemia e a saída e contratação de treinadores, o Rubro-negro conseguiu uma...