Craque o Flamengo faz em casa.

Jogadores das Categorias de Base do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

FALANDO DE FLAMENGO: Por Thiago Nascimento

O que
seria do futebol profissional do Flamengo senão fosse a sua excelente base
formadora de atletas.
A
História do Flamengo demonstra através de fatos concretos, que o clube alcançou
o patamar seleto dos clubes mais vencedores do futebol brasileiro. E
logicamente, isso se deve graças as suas mais diversas conquistas, cuja a
participação dos atletas da base foram fundamentais nessas jornadas épicas.
Não me
arrisco a citar uma ou duas épicas conquistas que tiveram a participação
efetiva de atletas da base. Pois se assim o fizesse, estaria sendo injusto com
os inúmeros atletas e profissionais da comissão técnica que vieram de tal
categoria.
O bom
momento administrativo do Flamengo, facilita a contratação de grandes atletas
para o elenco profissional de futebol. O que realmente é muito bom. Afinal de
contas, os mesmos são importantes não só pela técnica apurada que possuem, mas
também pela experiência conquistada através dos muitos anos como profissionais.
Além do espírito vencedor que eles trazem, cuja caraterística é muito
importante em momentos de pressão e conquistas de títulos.
E
devido a chegada de grandes atletas ao time profissional, como realizar com
eficiência a transição de atletas da base Rubro Negra para o time profissional?
Que um
clube precisa ter muito cuidado ao lançar jovens em seu time profissional, todo
nós sabemos. Mas como é possível ser cauteloso em excesso, se a base do
Flamengo brota talentos ano após ano?
Em
2017 por exemplo, alguns jogadores não tiveram o rendimento técnico que todos
esperavam e que por isso, são muito contestados pela imprensa e também pela
torcida do Flamengo. Entre eles podemos citar: Márcio Araújo, Vaz, Gabriel, L.
Damião e Muralha.
Com
todo o respeito que esses e outros profissionais merecem, eu faço a seguinte
pergunta a você leitor:
Por
quê esses jogadores são mantidos nesse forte elenco do Flamengo, e por quê
muitos jogadores da base não foram testados e mais aproveitados durante as
partidas oficiais do Campeonato Carioca de 2017 no lugar dos jogadores citados
anteriormente?
Na
minha opinião, jogadores como Léo Duarte (zagueiro), Ronaldo (volante), Paquetá
(Meia) poderiam ter sido testados na maioria dos jogos do Estadual, pois a
exigência técnica do campeonato não é mais a mesma de décadas anteriores.  Sem contar é claro, o mais promissor de todos
eles, que é o Vinícius Júnior.
E não
podemos nos esquecer do atacante Vizeu. Pois, o mesmo foi destaque da Seleção
Brasileira sub-20.
Logo,
se o Vizeu foi destaque na Seleção, por quê não escalar o jovem promissor no
lugar do L. Damião, que sempre tem aparecido no banco de reservas e também
sempre têm tido diversas oportunidades de entrar durante os jogos?
E para
finalizar, não podemos nos esquecer do goleiro Thiago. O jovem sequer havia
disputado o Campeonato Carioca e Primeira Liga, e agora vem sendo escalado em
jogos difíceis pelo Campeonato Brasileiro.
Por
quê o mesmo não foi testado anteriormente? Agora o jovem goleiro (sem a
experiência como titular) terá uma difícil missão de se tornar um goleiro
incontestável no Brasileirão, na Copa do Brasil e também na Copa Sul-Americana.
Com
exceção de um ou outro jogador, nas últimas décadas o clube ficou conhecido por
“desperdiçar” diversos talentos que vieram da base Rubro Negra.
Será
que mais uma geração talentosa da base Rubro Negra será desperdiçada?
Saudações
Rubro-Negras.

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Craque o Flamengo faz em casa.

Flamengo
RJ – Vários craques já surgiram das divisões de base do Flamengo. Não à toa o
Mengão construiu ao longo da sua rica história o slogan “CRAQUE O FLAMENGO FAZ
EM CASA”.

Contudo,
nos últimos anos isto tem sido cada vez mais raro. Os descasos das
administrações passadas com o clube e principalmente com as divisões de base
tem acarretado no sumiço desta matéria prima.
Se
existiu alguma coisa boa na administração da Patrícia Amorim foi o tratamento
que ela voltou a dar aos meninos da base. Talvez por orientação do Zico quando
foi Diretor de Futebol, mas o mais importante foi que passamos a olhar com
outros olhos para estes meninos.
Quase
que em sua totalidade, o Flamengo passou a ser detentor dos direitos
federativos desses meninos, uma vez que em outras gestões eram os empresários
que detinham esse direito e assim enchiam os bolsos quando aparecia algum
moleque promissor e deixava o clube a ver navios.
Nesta
atual gestão do Eduardo Bandeira de Melo, o Flamengo passou a valorizar ainda
mais as divisões de base, dando ênfase à preparação desses meninos para um dia
chegarem aos profissionais. Foram contratados profissionais gabaritados para
melhorar cada vez mais o aparecimento destes destaques e futuros craques.
Quem
conhece Jorge Marco de Oliveira Moraes ou simplesmente Jorge? Esse é o mais
novo destaque e candidato a craque da nossa base e hoje atuando como titular
nos profissionais.
Jorge
nasceu no Rio de Janeiro no dia 28-03-1996 (19 anos), chegou ao Flamengo aos
onze e desde lá vem se destacando a cada categoria que passa. Atua tanto na
lateral esquerda como na meia. Fez parte do grupo que participou da Copa São
Paulo de Futebol Júnior de 2014, foi vice-campeão da Copa do Mundo Sub-20 esse
ano e um dos destaques da equipe.
Ao
voltar, assumiu a titularidade da lateral esquerda do Flamengo, posição que
tinha o Thalysson, Anderson Pico e o Pablo Armero, este último titular da seleção
colombiana. Contudo, nenhum dos três foi capaz de segurar o moleque, que vem
fazendo grandes atuações a cada partida jogada. Nos últimos dois jogos foi
indiscutivelmente o melhor jogador em campo.
E
para nossa felicidade, essa é uma posição em que o futebol brasileiro está
muito carente. Até na Seleção Brasileira não existe uma unanimidade. Já foram
testados vários jogadores e nenhum se sobressai. Acredito que em bem pouco
tempo o Jorge assumirá também a titularidade da camisa canarinho. Para isto acontecer,
basta ele continuar jogando o futebol 
que vem demonstrando a cada partida do Mengão.
Saudações
Rubro-Negras!
Mengão
Sempre!
Kassandro
Madruga
Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.