quarta-feira, setembro 23, 2020
Início Notícias Cristóvão isenta Paulo Victor de falha.

Cristóvão isenta Paulo Victor de falha.

ESPN –
Depois de abrir uma vantagem de 2 a 0 no primeiro tempo, o Flamengo permitiu a
reação do Santos na segunda etapa e cedeu o empate por 2 a 2, neste domingo no
Maracanã, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Resultado que não agradou
os rubro-negros, e após a partida o técnico Cristóvão Borges lamentou os erros
da equipe após o intervalo.
“Quando
se constrói uma vantagem de 2 a 0 e depois se cede o empate, sempre vai ter
gosto de derrota. Mas fizemos uma partida boa, um primeiro tempo muito bom. No
segundo, demoramos a acertar a marcação e sofremos o empate. Demos espaços no
meio e eles criaram as chances. O jogo deles cresceu. Quando reencaixamos,
controlamos e tivemos várias oportunidades. Pena não termos conseguido outro
gol, analisou o treinador.
Os
gols do Flamengo foram marcados por Alan Patrick e Emerson Sheik, mas Ricardo
Oliveira, de cabeça, e Lucas Limas, em um belo chute colocado de fora da área,
igualaram o marcador para os visitantes.
Voltando
ao time após ficar um mês e meio afastado, depois de se recuperar de uma fratura
na fíbula da perna direita, o goleiro Paulo Victor saiu mal no primeiro gol
sofrido e chegou a tocar na bola no segundo, mas acabou falhando no lance.
Apesar disso, Cristóvão isentou o atleta de culpa.
“Não
achei que falhou. A participação dele foi normal no jogo”, disse o
treinador do Fla.
Cristóvão
Borges ainda fez elogios ao desempenho do Rubro-Negro na primeira etapa, mas
admitiu que a equipe não soube se comportar bem em campo com o crescimento do
Santos depois do intervalo.
“O
time que jogou o primeiro tempo é o nosso desejo. Temos que jogar grande parte
do jogo com esse nível, com essa intensidade. Pena que, por demorarmos a nos
acertar no segundo tempo por causa das mudanças deles, acabamos levando os gols
e o jogo estava empatado. Não é uma coisa simples jogar nesse ritmo. Cada
partida tem sua particularidade, mas o desejo é chegar neste nível”,
afirmou
No fim
do jogo, Cristóvão foi muito xingado por torcedores, ao substituir Éverton por
Almir aos 49 minutos do segundo tempo. Antes, ele já tinha trocado Alan Patrick
por Gabriel
“A
informação às vezes não chega e todos interpretam de forma equivocada. Os
jogadores pediram para sair. Eu não faria a substituição, porque as correções
fizemos sem precisar mudar e a equipe melhorou. Só se faz substituição por
necessidade”, explicou o comandante flamenguista.
Após
16 rodadas disputadas do Campeonato Brasileiro, o Flamengo está na 11ª posição,
com 20 pontos. O time carioca volta a campo no próximo domingo, contra a Ponte
Preta, em Campinas.

MAIS LIDOS

As notas da vitória do Flamengo em Guayaquil

Em partida complicada pela Libertadores o Flamengo conseguiu uma vitória super importante. Com gols de Pedro e Arrascaeta, o rubro-negro bateu o Barcelona de...

César é criticado pela torcida mesmo após vitória

Na noite desta terça-feira, o Flamengo jogou diante do Barcelona de Guayaquil, no Equador. O Rubror-negro foi a campo com diversos desfalques, inclusive no...

Primeiro tempo do Flamengo encanta Rubro-negros; veja os comentários

Se baseando na última atuação do Flamengo, onde o Rubro-negro simplesmente foi atropelado pelo Independiente del Valle, poucos flamenguistas acreditavam que o primeiro tempo...

Saiu a escalação do Flamengo contra o Barcelona SC

O Flamengo joga nesta terça-feira, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O Rubro-negro carioca não poderá...