A derrota do Flamengo diante do Ceará definitivamente acabou com a confiança que o torcedor tinha em relação ao trabalho de Rogério Ceni. O antes já questionado treinador, agora tem sua cabeça pedida pelo torcedor nas redes sociais. Escolhas confusas dentro de campo ajudam a explicar as críticas. Afinal, na tarde de ontem, o Flamengo no segundo tempo teve por grande período Diego de primeiro volante, Vitinho na lateral direita, Arão na zaga e César, questionado, no gol.

Diante de decisões tão questionáveis, Rogério se vê pressionado. Assim, de alguma forma, o treinador tentou buscar formas de defender seu trabalho. Que apesar dos elogios dos jogadores, não tem apresentado resultado positivo algum.

“Meus treinamentos são bons mesmo. Estudei muito para poder colocar em prática no dia a dia. As pessoas de alto nível querem saber para que estão fazendo as coisas e é preciso explicar, criar novas atividades para motivar. Não sei, talvez a maior culpa seja minha por não conseguir fazer que o time execute, dentro de campo, tudo que executa no treinamento. A seriedade com que eles trabalham, eu prefiro assumir para mim essa responsabilidade”, comentou o treinador.

Em números, Rogério já se tornou o segundo pior treinador do Flamengo na década. “Perdendo” apenas para Ney Franco em 2014, Rogério tem apenas 44% de aproveitamento. O treinador tem apenas 44% de aproveitamento e fica na frente de nomes como Cristóvão Borges (46%), Oswaldo de Oliveira (50%) e Mano Menezes (50%).

O restante da temporada

A passagem de Ceni até aqui tem sido tão ruim, que mesmo se vencer algumas partidas fica difícil imaginar sua permanência. Portanto, o treinador precisaria mudar o time da água para o vinho caso queira algo maior. Aliás, talvez apenas o título brasileiro salve no cargo, e como sabemos, essa façanha é quase impossível para o treinador no momento. Principalmente analisando a crescente de times como Palmeiras, Grêmio e até Internacional de Abel Braga. A tabela tranquila de Atlético-MG e a vantagem em pontos do São Paulo também pesa.

Rogério mais uma vez, tende a fracassar em uma equipe grande.

Leia também: Dá para acreditar? Confira tabela dos time na disputa pelo título

Veja também: Sub-17 vence o Sport por 2 a 1 e está na semifinal da Copa do Brasil