01
  • Início
  • Notícias
  • Declaração infeliz: Edmundo questiona gritos de “time assassino” e revolta torcida do Fla

Declaração infeliz: Edmundo questiona gritos de “time assassino” e revolta torcida do Fla

Nesta terça-feira (4), o ex-jogador Edmundo ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter após realizar um comentário infeliz durante o Expediente Futebol, da Fox Sports, sobre os cânticos de “time assassino” que parte da torcida do Fluminense ecoou no Maracanã na última quarta-feira (29). “Passei 24 anos de linchamento público. A torcida (do Flamengo) me chama de assassino toda vez que me vê, mas não puderam ser chamados (de assassinos) na quarta-feira pela torcida do Fluminense. É um absurdo. Um atleta pode ser humilhado, mas uma instituição não pode”, criticou Edmundo, que falou sobre o acidente sofrido em 1995, onde teve três vítimas fatais. A provocação de parte dos tricolores ocorreu durante a pausa para hidratação dos jogadores, aos 20 minutos de jogo, quando gritos de “Time assassino” ecoaram nas arquibancadas. Em resposta, os flamenguistas presentes no Maracanã gritaram “Garotos do Ninho”, além da tradicional música em homenagem às vítimas. A tragédia completa um ano no dia 8 de fevereiro e matou 10 garotos da categoria de base do Flamengo. Após o jogo, durante a entrevista coletiva, o técnico Mauricio Souza se posicionou contrário aos gritos de parte dos tricolores. “Não há assassinos no Flamengo. O que aconteceu até hoje machuca a gente. Mas eu não controlo o grito da torcida adversária. Eu acho um absurdo, acho que deveriam respeitar, pois foi um trauma para nós”, lamentou Mauricinho.

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod