• Início
  • Notícias
  • Diego Alves sobe de produção e se aproxima de posto de melhor goleiro do Bola de Prata
Publicidade

Diego Alves sobe de produção e se aproxima de posto de melhor goleiro do Bola de Prata

Publicidade

Dizem que um bom time começa com um bom goleiro. E o Flamengo não pode reclamar. Diego Alves é o dono da camisa um e, não à toa, é considerado um dos melhores do país. Os números corroboram esta tese: o arqueiro rubro-negro está a poucos pontos de ultrapassar Douglas Friedrich, do Bahia, e se tornar o líder da posição no prêmio Bola de Prata, que homenageia os melhores do Brasileirão.

Diego Alves tem, atualmente, média de 5,72 no quesito. Douglas lidera com 5,78.

FOTO: DIVULGAÇÃO/FLAMENGO

O arqueiro rubro-negro chegou a viver montanha russa nos últimos meses. Após sofrer com críticas, defendeu pênaltis nas oitavas de final da Libertadores e foi fundamental para a classificação contra o Emelec. Logo depois, falhou feio contra o Bahia. Mas o camisa um não se abalou e tornou a subir de produção: duas rodadas depois, defendeu dois pênaltis no clássico contra o Vasco. Nos jogos seguintes, contou com o ótimo desempenho defensivo do time e sofreu apenas um gol em quatro partidas.

Diego Alves chegou ao Flamengo no meio de 2017, vindo do Valencia-ESP. Na Europa, se firmou como um dos maiores pegadores de pênalti do futebol. No Fla, chegou ganhando a posição, mas não pode participar dos momentos-chave do time por causa de uma lesão. Em 2018, se firmou de vez com milagres e chegou a ficar a poucos minutos de quebrar o recorde histórico de goleiro do Rubro-Negro com maior tempo sem ser vazado. Desde a chegada, são 107 partidas oficiais pelo clube. Nesta temporada, atuou em 13 oportunidades pelo Campeonato Brasileiro; quatro pela Copa do Brasil; nove pela Libertadores; 12 pelo Carioca e uma pela Flórida Cup.

Por: Coluna do Fla

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod