Diego classifica autores de protesto no aeroporto como vândalos

Por: Fla hoje

O Flamengo vive um momento de lua de mel com a sua torcida. No entanto, há poucas semanas, a situação era tensa entre jogadores e torcida. Isso porque, após a desclassificação do time na Copa do Brasil, torcedores foram ao aeroporto Tom Jobim protestar contra a equipe e, principalmente, contra Diego Ribas, que bateu o primeiro pênalti do time no confronto com o Athletico-PR, na opinião deles, de forma displicente. Diego Alves falou sobre o assunto.

O goleiro do Flamengo é um dos líderes do atual elenco rubro-negro. Em entrevista exclusiva ao portal Uol Esporte, o arqueiro não poupou palavras para falar dos torcedores que foram protestar no aeroporto. O camisa 1 alertou que, após as reclamações efusivas de parte da torcida, os atletas se sentem mais motivados para provar que estão errados.

— As pessoas que querem criar tumulto querem isso. Nós já temos uma bagagem grande. Mas eles não sabem que, quanto mais fazem, mais temos vontade de provar o contrário. Desistir seria para os fracos -, ponderou Diego Alves.

FOTO: VENÊ CASAGRANDE / 43 MINUTOS

Um dos mais xingados pela torcida foi Diego Ribas. Não à toa, o então capitão rubro-negro perdeu a cabeça, retribuindo as ofensas e tentando ir para cima de parte dos torcedores, tendo que ser contido por seguranças. Diego Alves, por sua vez, saiu em defesa do companheiro. Na visão do goleiro, aqueles que estavam ali não faziam parte da torcida do Flamengo, mas sim eram vândalos que queriam tumultuar. O arqueiro ainda confessou que a atitude incomoda os atletas e pediu para que isso tenha um fim no futebol brasileiro.

— Não só eu me incomodo. Se perguntar para os jogadores do Palmeiras e do Corinthians , eles também. Nós somos profissionais, jogadores de futebol. A cobrança e a pressão são normais. Não pode acontecer a falta de respeito, a agressividade, a agressão e a covardia. Isso não pode existir, não só no Flamengo. Se quiser protestar, dentro do campo você pode protestar, mas não no aeroporto -, disse, antes de concluir:

— Não é torcida, são vândalos que vão para criar tumulto. Se uma pessoa entrar no Uol, te xingar e te jogar um monte e coisa, como você reagiria? É um ambiente de trabalho. Com a força que a imprensa tem, isso tem de acabar no mundo e no Brasil. Não pode existir isso em 2019. A imagem que se passa lá fora são de vândalos e pessoas descontroladas. Temos de melhorar muito isso no Brasil -, finalizou o goleiro.

Por: Coluna do Fla

MAIS LIDOS

Chances do Flamengo ganhar o Brasileirão disparam após vitória

O Flamengo vem de uma grande vitória no Campeonato Brasileiro, a mais importante do Rubro-negro até o momento no Brasileirão. Neste domingo, o Rubro-negro...

Veja a provável escalação do Internacional contra o Flamengo

O Internacional tem pela frente um grande jogo de futebol neste domingo. O time gaúcho irá medir forças com o Flamengo, em jogo que...

Escalação do Flamengo deve ter novidades; veja quem deve começar jogando

O Flamengo tem uma grande final pela frente para disputar. Neste domingo, o Rubro-negro carioca irá medir forças com o Internacional, em jogo decisivo...

São Paulo empata e pode jogar contra o Fla para cumprir tabela

O São Paulo enfrentou o Palmeiras na noite desta sexta-feira, em jogo atrasado do Campeonato Brasileiro. O confronto poderia colocar o São Paulo de...