quarta-feira, setembro 23, 2020
Início Notícias Diego revela sensação única com a torcida do Flamengo.

Diego revela sensação única com a torcida do Flamengo.

Foto: Reprodução TV Globo

GLOBO
ESPORTE
: Recepcionado por centenas de torcedores do Flamengo no aeroporto,
Diego já sentiu o tamanho da responsabilidade em defender o rubro-negro da
Gávea. O Esporte Espetacular conversou com a mais nova contratação do time
carioca e ele não economizou elogios à torcida. No papo, Diego fala da
admiração que tem por Zico, comenta sobre a possibilidade de voltar à seleção
brasileira, explica a diferença entre o futebol europeu e o brasileiro e
comenta sobre a alegria que está sentindo por ter sido tão bem recebido pela
torcida flamenguista (para assistir na íntegra, clique aqui).

A
entrevista começou com uma volta pela sala de troféus do clube, onde Diego
mostrou conhecer parte da história do Flamengo, fazendo menção ao clássico gol
de Petkovic em 2001 e também explicando as razões do número 35 que vestirá na
Gávea. 
– Eu e
meu filho David estávamos ali conversando e eu falei para ele: E agora David?
Ele disse assim: “Pai eu acho que tem que ser 35! Porque o Matteo vai fazer 3
anos, eu tenho 5, então 3 com 5? 35, eu acho que vai ficar legal. Aí eu disse: Fechado!  
Os filhos
já mostraram estar ambientados ao espírito rubro-negro. David vestiu a camisa
do clube, brincou com o troféu da Taça Libertadores conquistada em 1981 e
mostrou que sabe cantar o hino do clube. Já Diego tratou de elogiar a
referência maior do clube: o Galinho de Quintino. 
– Zico
acaba sendo uma grande referência, não só do futebol, mas também mundial. Tive
uma oportunidade de encontrá-lo pouco tempo atrás em Istambul em um shopping.
Nós tiramos uma foto, ele é um cara super simpático, além de ser uma
referência. Me lembro de uma arrancada que ele deu pela seleção brasileira. E
vendo alguns lances da copa de 82, além dos gols de falta dele, que eram
magníficos. Parecia que ele colocava a bola com a mão. Toda aquela galera no
Maracanã. Na época o Maracanã enchia mais do que hoje e a reação da galera era
marcante – conta Diego. 
Já que
falou de seleção brasileira, será que Diego ainda sonha em vestir a amarelinha
de novo?  
– Com
certeza sonho, acho que é inevitável. Eu já participei de muitos jogos conquistei
alguns títulos com a seleção brasileira. É o grande objetivo mas retornei agora
ao futebol brasileiro, tem muito que fazer, muito que trabalhar para aí sim
começar a sonhar novamente não é? 
Com a
experiência que obteve em doze anos jogando no futebol europeu, Diego segue
achando que o mais importante é estar satisfeito em seu local de trabalho para
que possa render mais. 
 – Na Alemanha a seriedade a disciplina tática
se destacam, além da qualidade dos jogadores. Já na Espanha a naturalidade a qualidade
com que eles jogam futebol, a movimentação e o domínio que é muito importante
no futebol. O nosso desafio como jogadores é encontrar a leveza do dia a dia e
jogar de forma natural, onde as coisas acontecem com mais facilidade. É o que
busco: encontrar um lugar onde eu me sinta feliz e as coisas aconteçam, um
lugar.que eu possa transmitir através do futebol alegria e o prazer que eu
estou sentindo ali dentro de campo. 
Alegria
esta que ele já sentiu um gostinho, quando chegou ao Rio de Janeiro e foi
efusivamente recepcionado pela calorosa torcida rubro-negra.  
– É
uma sensação que, a nação rubro-negra tem me proporcionado. É especial e eu
nunca tinha sentido. Depois de tantos anos viver essa aventura, esse despertar.
Reviver esse sentimento dentro de mim está sendo sensacional. 
E para
retribuir, Diego tem um convite para a maior torcida do Brasil. Usando as
palavras do grupo Charlie Brown Jr. ele convida os rubro-negros a sonhar.

MAIS LIDOS

As notas da vitória do Flamengo em Guayaquil

Em partida complicada pela Libertadores o Flamengo conseguiu uma vitória super importante. Com gols de Pedro e Arrascaeta, o rubro-negro bateu o Barcelona de...

César é criticado pela torcida mesmo após vitória

Na noite desta terça-feira, o Flamengo jogou diante do Barcelona de Guayaquil, no Equador. O Rubror-negro foi a campo com diversos desfalques, inclusive no...

Primeiro tempo do Flamengo encanta Rubro-negros; veja os comentários

Se baseando na última atuação do Flamengo, onde o Rubro-negro simplesmente foi atropelado pelo Independiente del Valle, poucos flamenguistas acreditavam que o primeiro tempo...

Saiu a escalação do Flamengo contra o Barcelona SC

O Flamengo joga nesta terça-feira, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O Rubro-negro carioca não poderá...