Diretor de segurança vira pré-requisito para disputa do Brasileirão.

Por: Fla hoje

Foto: Divulgação

ESPN: Nesta
quinta-feira, a CBF explicou como vai funcionar o Regulamento de Licença de
Clubes, que todas as equipes brasileiras terão de seguir para participar das
competições nacionais e internacionais a partir de 2018.

A
atitude foi tomada após a Conmebol aprovar em setembro do último ano o mesmo
tipo de regulamento para os times da América do Sul.
Assim,
os clubes brasileiros serão obrigados a seguir critérios mínimos para ganhar a
licença.
Dentre
as regras requisitadas estão a criação e manutenção de uma equipe feminina
“ou manter acordo de parceria ou associação com um clube que mantenha uma
equipe feminina principal estruturada, da melhor forma que puder desenvolver o
esporte” além de um programa de desenvolvimento das categorias de base, com
faixa etária de 15 a 21 anos e descrição dos objetivos e da filosofia adotados.
Os
clubes também terão de ter diretores geral (como CEO), financeiro,
administrativo, comunicação e marketing além de ouvidor e oficial de segurança.
Para o
responsável pela comunicação, por exemplo, a CBF pede que ele deverá participar
do “desenvolvimento da imagem institucional do clube, reputação e
relacionamento com a imprensa escrita e audiovisual”.
Todos
os diretores – além do responsável pela segurança – deverão ser remunerados.
Essa
gama de dirigentes, porém, não é exigida para o futebol feminino.
A
confederação também cobra que os clubes entreguem demonstrativos financeiras
“completas, anuais e auditadas” com balanço patrimonial, demonstração
do déficit ou superávit do exercício, demonstração dos resultados abrangentes,
demonstração das mutações do patrimônio líquido, fluxo de caixa e notas
explicativas.
Para
os times da Série A do Brasileiro, a adoção das novas regras será exigida já
para 2018; na Série B, estará valendo a partir de 2019; na terceira divisão, em
2020; e na quarta e última escala nacional, em 2021.
Quem
descumprir a regulamentação sofrerá sanções, que vão desde uma simples
advertência para retenção de quaisquer cotas, premiações ou créditos, vedação
de registro ou transferência de atletas até a denegação ou revogação da
licença.

MAIS LIDOS

Rafinha surpreende ao falar sobre Isla, titular do Flamengo

Rafinha está bem próximo de retornar ao Flamengo. O jogador deixou o Rubro-negro no mês de agosto do ano passado, quando foi para o...

Após vexame, Renato Gaúcho volta a falar do Flamengo e revolta torcedores

O Grêmio jogou na noite deste domingo diante do Palmeiras, em jogo válido pela final da Copa do Brasil. O time gaúcho não conseguiu...

Rei do Vexame: Renato Gaúcho vira alvo da torcida do Fla após vexame

O Palmeiras jogou na noite deste domingo diante do Grêmio, em jogo válido pela final da Copa do Brasil. O time paulista já tinha...

Abel Braga ainda reclama da arbitragem no jogo contra o Fla

Após vários trabalhos ruins seguidos, o técnico Abel Braga chegou sem muita expectativa no Internacional. Entretanto, ele conseguiu fazer um bom trabalho a seu...