Preocupação aumenta e Flamengo corre para contratar novo reforço

A recente lesão de Rafinha acabou expondo uma carência sabida do elenco do Flamengo. A lateral direita foi nessa janela a única não trabalhada pela direção. A ideia para os primeiros meses era de ter João Lucas como opção. O jovem de 21 anos tem potencial, mas após algumas partidas ficou claro que para hoje, seria necessário investir em um nome mais certo para a posição.

Além dos problemas de adaptação, João Lucas também se machucou. Na partida de sábado diante do Botafogo, Berrío precisou entrar improvisado na posição para jogar. A diretoria entende que “apostar alto” assim com Libertadores no meio do caminho é muito arriscado.  Assim, o sinal amarelo foi acesso e a direção, junto de Jorge Jesus, analisam o mercado em busca de um lateral.

No início do ano o Flamengo havia chegado no nome de Orejuela. Porém o Cruzeiro junto de investidores conseguiu comprar o atleta e o emprestar. O clube interessado no negócio foi o Grêmio.

É de interesse de Rafinha também ter um companheiro de posição que possa revezar com ele a titularidade. Disputar mais de 60 jogos por ano nesse calendário maluco brasileiro não será possível.

Daniel Muñoz é um nome que interessa o Flamengo, porém as altas cifras pedidas pelo Atlético Nacional travou qualquer chance de negociação com o Flamengo. Além disso, Muñoz também é novo e seria uma aposta.

Jorge Jesus falou recentemente sobre a espera de mais um reforço pelo Flamengo:

Ainda falta um reforço. A gente procura o equilíbrio de todos os setores. É para a última linha, se aparecer uma boa possibilidade. Sem estarmos ansiosos, vamos ver se conseguimos“, comentou.

O Flamengo entra em campo nessa quarta, diante do Barcelona (EQU) pela segunda rodada da fase de grupos. Uma vitória deixa o Flamengo em ótima situação.