segunda-feira, setembro 28, 2020
Início Notícias Eduardo Tironi vê Flamengo parecido com São Paulo de 2015.

Eduardo Tironi vê Flamengo parecido com São Paulo de 2015.

Foto: Paulo Sérgio/Lancepress!

LANCE:
O primeiro semestre de 2016 está sendo de verdadeiro inferno para o Flamengo.
Afinal, o clube, que fora de campo mostra um modelo de responsabilidade
administrativa saldando as dívidas e gerando receita, não consegue refletir
isso dentro das quatro linhas. Mesmo com jogadores do calibre de Guerrero,
Sheik entre outros, foi eliminado do Carioca, Primeira Liga e saiu na Copa do
Brasil na segunda fase.

A
vinda de Muricy Ramalho, um dos mais prestigiados técnicos do futebol
brasileiro, não conseguiu dar “vida” ao time. As atuações apáticas
geram uma chuva de críticas da imprensa e da torcida, que mostrou irritação com
o momento do clube, pichando os muros da Gávea.
Para
tentar decifrar um pouco sobre o inferno astral rubro-negro, o LANCE! ouviu os
colunistas Eduardo Tironi e João Carlos Assumpção, além do ex-jogador e ídolo
do clube Andrade para saber o principal problema do Flamengo. Seria uma crise
técnica? O elenco não é qualificado?
ANDRADE
É
difícil entender o momento do Flamengo. Nunca vi o clube passar por essa
situação de três eliminações em um curto espaço de tempo. O elenco tem
qualidade, mas às vezes acontece de bons grupos não darem liga. Com isso, o
resultado não apareceu.
Muito
se critica a defesa do Flamengo. Prefiro pensar como um todo. Não podemos
crucificar duas ou três cabeças apenas. O Muricy é um treinador com muita
rodagem e quem sou eu para dizer o que ele faz certo ou não. Neste momento
talvez seja mais prudente jogar com cautela, mesmo não sendo um estilo
característico do Flamengo.
JOÃO CARLOS ASSUMPÇÃO
Apesar
de o time do Flamengo ter um nível de médio para fraco, não é inferior quando
comparado à boa parte das equipes que disputam o Brasileiro ou mesmo a Copa do
Brasil. O Vasco, invicto há 28 jogos, não tem elenco superior, mas tem
entrosamento e esquema tático. A crise do Flamengo é tática.
Muricy
Ramalho e sua comissão técnica não conseguiram organizar o grupo, que está
desunido e não se encontra em campo. Fora que nos bastidores Muricy vê falta de
estrutura e a diretoria quer resultados logo. As duas partes não falam a mesma
língua.
EDUARDO TIRONI
​Não
acho o elenco ruim. Acho de regular para bom. O desempenho é muito pior do que
a capacidade do grupo. Vejo o Flamengo parecido com o São Paulo do ano passado
neste aspecto. O time era frágil e não tinha “caráter”, como gosta de
dizer o Bauza.
Isso
no São Paulo mudou este ano e não sei dizer a razão. Mas bem parece o time
indolente do ano passado. O Fla precisa de alguma coisa que mude o
comportamento passivo dos jogadores. No São Paulo aparentemente foi a chegada
do Bauza. Muricy não me parece com energia para fazer isso, até pelos problemas
de saúde dele.

MAIS LIDOS

Dome se diz “extremamente orgulhoso” da atuação do Fla após empate

Ausente no empate em 1 a 1 diante do Palmeiras, na tarde deste domingo (27), Domènec Torrent, afastado por estar infectado pelo novo coronavírus,...

Torcida do Palmeiras pede a cabeça de Luxa após empate; veja os comentários

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, diante do Palmeiras, no Allianz Parque. O Rubro-negro viu o time paulista abrir o placar, entretanto,...

Jordi Guerrero rasga elogios a Base do Fla: “Estavam preparados para jogar”

Jordi Guerrero, substituto de Domènec Torrent na tarde deste domingo diante do Palmeiras, onde a equipe saiu de campo com um empate em 1...

Lincoln cutuca o Palmeiras após grande atuação

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, em jogo contra o Palmeiras. O confronto pelo Campeonato Brasileiro por pouco não saiu do...