sábado, setembro 26, 2020
Início Notícias Em 82, derrota do Fla tiraria Galo, Inter e Timão do caminho.

Em 82, derrota do Fla tiraria Galo, Inter e Timão do caminho.

André
Rocha – 1982. Ano de Copa do Mundo na Espanha. De grandes jogos, mas também de
Alemanha 1×0 Áustria, mancha na história dos Mundiais que eliminou a Argélia.
Não
era Libertadores, mas um Brasileiro inchado, repleto de fases. Na primeira, o
Grupo C reunia São Paulo, Flamengo, Náutico, Treze e Ferroviário.
Na
estréia dos dois favoritos no Maracanã, o primeiro jogo do time de Zico,
Leandro, Adílio, Júnior e Andrade depois do título intercontinental em um
feriado de 20 de janeiro. Estádio lotado, virada rubro-negra por 3 a 2.

Na
seqüência, vitórias da dupla sobre os demais, exceto dois empates por 1 a 1 com
o Náutico. Na última rodada, dia 16 de fevereiro, novo confronto no Morumbi
entre os então campeões carioca e paulista.
Na
época, a vitória valia dois pontos. A mesma diferença que separava os times:
Fla com vantagem, mas São Paulo com melhor saldo de gols, primeiro critério de
desempate. Ou seja, uma vitória da equipe de Serginho Chulapa em casa valia a
liderança do grupo.
Mas
havia um detalhe, sabido antes da bola rolar: o primeiro colocado cairia na
segunda fase em um grupo com Atlético-MG de Reinaldo, o Corinthians de Sócrates
e o Internacional campeão gaúcho. O segundo enfrentaria Ceará, Ponte Preta e
Atlético Paranaense.
Disputa
de “compadres” com times facilitando e escolhendo adversários? Fora
de casa, o Fla poderia usar os reservas – recurso legítimo, até pelo fato do
rubro-negro ter desfrutado de menos tempo de férias que os demais. Escalou o
time que ficou na memória: Raul, Leandro, Marinho, Mozer e Júnior; Andrade e
Adílio; Tita, Zico e Lico; Nunes. Uma das únicas quatro vezes na história que
entrou em campo.
O
resultado é o jogaço no vídeo abaixo, que honrou cada ingresso dos 70.857 pagos
no Estádio Cícero Pompeu de Toledo.

Na sequência,
o Flamengo se classificou no “grupo da morte” e arrancou para o
título. O São Paulo nadou de braçadas na chave mais fácil, porém caiu nas
quartas-de-final para o Guarani, derrotado na semifinal pelo time de Zico.
Esquadrão
histórico que foi ao Morumbi e deixou lição sempre importante: time bom se
garante.

MAIS LIDOS

Fla hoje: Zagueiro se aproxima de deixar o Flamengo

É de conhecimento de todos a excelente categoria de base que o Fla hoje possui. Nos últimos anos, Vinicius Junior, Reinier e Paquetá foram...

Demissão de funcionário revolta torcida do Fla; veja os comentários

O torcedor flamenguista ver mais notícias sobre o extra campo do Fla do que dentro de campo. Na noite desta sexta-feira, foi notificado que...

Vice-Presidente do Fla crítica CBF por manter partida

O Flamengo tem 16 casos de covid confirmados dentro de seu plantel, fato que não parece significar muito para a CBF. Isso sem contar...

STJD bate o martelo e Flamengo x Palmeiras está mantido

O Flamengo entrou no STJD solicitando o adiamento da partida de domingo, diante do Palmeiras no Allianz Parque. Porém, se antes a negativa veio...