terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias Em parceria com os EUA, Fla reinaugura Ginásio.

Em parceria com os EUA, Fla reinaugura Ginásio.

Globo
Esporte – O acordo firmado entre o Flamengo e o Comitê Olímpico Americano
começou a ganhar forma. Neste sábado, o clube reinaugurou oficialmente o
ginásio Togo Renan Soares-Kanela, na sede social da Gávea. Com presença de ex-atletas
de peso do futsal e do vôlei, foi realizada uma cerimônia que marca também a
entrega da obra realizada pelo Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) que
fechou uma parceria com o clube carioca para os Jogos Olímpicos de 2016.

A
atual diretoria do Flamengo firmou um contrato novo em 2013, rompendo um
primeiro que previa apenas o aluguel das instalações. Na nova parceria, ficou
estabelecido que os americanos forneceriam recursos para melhorias na
infraestrutura, além de trocas de experiência com intercâmbios. O time dos
Estados Unidos poderá usar locais da Gávea até a conclusão dos Jogos
Paralímpicos de 2016. O investimento é de um pouco mais de 1 milhão de dólares,
voltado para o legado.
– O
Comitê Americano queria um lugar central, como esse, para treinar em boas
condições. Além da força do Flamengo, da torcida do Flamengo no Brasil. Então,
eles precisavam, primeiro, melhorar as nossas instalações. Depois, queremos um
intercâmbio maior com eles. São os maiores atletas do mundo, queremos trocas de
experiências. Não quero só que fiquem aqui e vão embora depois das Olimpíadas,
mas que deixem um legado, que meus técnicos possam estar com eles. Dentro deste
espírito, o valor do contrato foi triplicado – explicou o vice-presidente de
esportes olímpicos do clube, Alexandre Póvoa.
O
Rubro-Negro também pretende trabalhar forte no ponto de vista do marketing com
essa parceria. A pouco mais de um ano dos Jogos Olímpicos, o vice-presidente de
esportes olímpicos espera que a torcida do Flamengo também ”adote” os atletas
americanos durante o período.

Outro contrato que é interessante para eles (Estados Unidos) é voltado para o
marketing. Ou seja, na época das Olimpíadas, vamos fazer a ”Fla-USA”, fazer
com que a torcida do Flamengo  se engaje
no espírito olímpico americano. Deixou de ser um contrato de aluguel e virou
uma parceria grande – disse o dirigente.
Além
do ginásio Kanela, que receberá treinos de handebol e vôlei do time americano
em 2016, o ginásio de basquete Helio Maurício também já ganhou melhorias que
foram entregues no fim do ano passado. Já o centro de lutas está no meio de
suas obras. Recentemente, o USOC também decidiu utilizar as instalações do
Cláudio Coutinho, espaço dedicado aos treinos de ginástica artística. O Comitê
Olímpico do Brasil (COB) também utilizará o local quando seu Centro de
Treinamentos, na Arena da Barra, for entregue ao Comitê Organizador dos Jogos.
– A
gente entrou em acordo com eles sobre o Claudio Coutinho. Só falta assinar o
contrato. O ginásio já recebeu equipamentos mordemos do COB, vai receber mais
da Lei Pelé, e o Comitê Olímpico Americano vai reformar todo o espaço, fazer um
ginásio totalmente climatizado. Vai ser um dos melhores do Brasil – disse
Póvoa.
De
acordo com o dirigente do Flamengo, estima-se que o investimento em legado que
o clube receberá com a parceira esteja na casa dos 3 ou 4 milhões de reais.
Alexandre Póvoa também ressaltou que os sócios poderão continuar frequentando o
clube mesmo no período em que os atletas americanos estiverem treinando no
local.
O
evento deste sábado também contou com a presença do presidente Eduardo Bandeira
de Mello. As ex-jogadores de vôlei Isabel e Jaqueline foram homenageadas dando
nome ao novo vestiário feminino do ginásio reformado. O ex-atleta Nalbert e os
e ex-jogadores Julio Cesar Uri Gueller e Adílio, que iniciaram suas carreiras
no futsal, também fizeram parte da festa.
Marcus
Vinicius Freire, diretor executivo de esportes do COB, foi um dos ex-atletas
homenageados que participaram da cerimônia nesta sábado. Ex-jogador de vôlei,
ele se mostrou satisfeito tanto com as obras do ginásio destinado ao esporte
quanto com o andamento da parceira entre o USOC e o Flamengo.
– A
gente começa a ver de imediato que as Olimpíadas estão chegando aí. Nós
comemoramos há pouco tempo 500 Jogos, agora já vemos os investimentos feitos
pelos comitês estrangeiros e que vão ficar de legado para o Brasil. Hoje estou
aqui feliz da vida de ver um ginásio, que não é o melhor dos mundos, mas é
muito melhor do que quando meu filho foi embora para os Estados Unidos, porque
não tinha onde treinar aqui no Rio – celebrou.

MAIS LIDOS

Zico faz duras críticas a CBF por realização de Palmeiras x Flamengo

Em seu canal do YouTube, Zico, considerado o maior jogador da história do Flamengo, deu seu ponto de vista sobre tudo que envolveu os...

Bruno Henrique entra na mira do Fenerbahçe 

O Flamengo viu aumentar consideravelmente o assédio pelos seus atletas após a temporada quase perfeita no ano passado. Um dos nomes que foi mais...

Paquetá é vendido pelo Milan e Fla receberá milhões

O Flamengo fez muitas negociações ao longo dos últimos anos com o futebol europeu. Uma das maiores negociações foi o meia atacante Paquetá, jogador que foi...

Libertadores: Gabigol deve jogar contra o Del Valle

O Flamengo tem amanhã, quarta-feira, um dos jogos mais importantes da temporada. O Rubro-negro mede forças com o Independiente del Valle, em jogo válido pela quinta rodada...